Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
oasselibre
A Secretaria Estadual de Governo (Segov) abriu nesta segunda-feira (23) o período de cadastro e recadastro do programa Passe Livre Estudantil (PLE) para o ano de 2017. Com o benefício, o estudante tem direito a 48 viagens por mês, no transporte público, podendo utilizar duas passagens por dia, de segunda-feira a sábado. O secretário Tayrone di Martino explica quem tem direito de requerer o serviço.

“Todo estudante de Goiânia que estiver devidamente matriculado na rede pública, estadual, municipal ou privada, que estiver estudando e com frequência vai ter direito ao Passe-Livre, pode procurar o Vapt-Vupt e fazer o cadastro”, afirma.

Para obter ou renovar o PLE é obrigatório que o estudante - ou o responsável legal, no caso de jovens com idade inferior a 18 anos -- compareça em qualquer unidade Vapt-Vupt da região metropolitana de Goiânia, portando os documento pessoais. Antes, o estudante precisa, caso ainda não tenha, requerer a carteirinha pelo site e, para isso, é preciso dos seguintes documentos:

- 01 (uma) foto 3x4 colorida, nítida, recente, de frente e com fundo branco (o requerente não deverá estar usando qualquer adereço que dificulte sua identificação)

- Cópia da Carteira de Identidade ou Certidão de Nascimento para os menores de 18 anos que não possuam Carteira de Identidade; Obs.: No caso de estrangeiros devem postar a cédula de identidade de estrangeiro (RNE) ou Protocolo emitido pela Policia Federal.

- Cópia do CPF;

- Cópia do comprovante de endereço (Fatura de água, luz ou telefone), emissão recente (até 03 meses);

- Comprovante ou declaração de matrícula ou frequência devidamente carimbada e assinada pelo responsável da instituição de ensino, com data de emissão recente (até 30 dias), não serão aceitos boletos e contratos de prestação de serviços. Os comprovantes devem conter as seguintes informações:

- Nome do estudante;

- Modalidade de ensino (para as modalidades de ensino “Técnico, Superior Graduação e Superior Pós Graduação” deve informar o nome do curso);

- Série (período);

- Turno. 

Para estudantes menores de 18 anos o preenchimento do formulário deverá ser feito pelo responsável legal.

O cartão PLE beneficia estudantes de 18 municípios da região metropolitana, com exceção de Inhumas e Caturaí. De acordo com o secretário de Governo, estudantes de outras cidades poderão receber o benefício ainda este ano.

“Nós estamos trabalhando com uma determinação do governador Marconi Perillo (PSDB) que o município de Anápolis, Rio Verde, Catalão, nos próximos meses, ainda neste ano de 2017 possam ter o benefício. A gente já está com um processo adiantado no Estado, precisa ser aprovada uma lei e vamos trabalhar para que ela seja aprovada e que a gente possa executar isso o quanto antes”, destaca.

Por mês, o governo estadual gasta, em média, com o PLE, cerca de R$ 2,3 milhões, e a verba prevista para o ano de 2017 é de R$ 44 milhões. Em 2016, foram mais de 50 mil estudantes. A Segov prevê que neste ano haja um aumento de 25% no número de beneficiados. 

Com informações do repórter Jerônimo Junio

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757