Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira (Foto: Agência Brasil)
dyogo
O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, anunciou nesta sexta-feira (17) o descontingenciamento de R$ 7,5 bilhões para os ministérios e órgãos públicos. 

A liberação dos recursos foi possível, porque houve um aumento das receitas e queda das despesas no 5º bimestre deste ano. 

De acordo com o governo federal, a arrecadação foi incrementada, por exemplo, com R$ 2,7 bilhões com precatórios e R$ 2,6 bilhões com concessões de hidrelétricas, petróleo e gás.  No entanto, a projeção de receitas com o Pert, o novo Refis, caiu R$ 1,27 bilhão. 

Em relação às despesas, algumas estimativas também apresentaram redução, como os pagamentos de seguro-desemprego e abono salarial que passaram de R$ 60 bilhões, no 4º bimestre, para R$ 57,8 bilhões, no 5º bimestre, com queda de R$ 2,1 bilhões. De acordo com o ministro, a queda é resultado da menor concessão do seguro e do abono por causa da retomada da economia, em consequência com a geração de empresas.  

Da Agência Brasil

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757