Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
ctps
Cerca de 7,4 mil novos postos de trabalho foram criados em Goiás em maio de 2017. Os dados estão contidos no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), documento divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) no dia 20 de junho.

A indústria de Transformação foi o setor que mais contribuiu com a economia goiana, com a geração de 3.094 postos de trabalho em maio, seguido pelo setor de Serviços - com 1.478 vagas -  e pela Agropecuária, com 1.319 empregos. As estatísticas colocam Goiás como sendo o terceiro estado que mais gerou empregos no país durante o período, ficando atrás apenas de Minas Gerais e São Paulo, respectivamente.

Em entrevista concedida nesta quinta-feira (06) ao jornalista Altair Tavares, durante o programa “A Cidade Fala”, da Rádio 730, a superintendente substituta do MTE em Goiás, Sebastiana Oliveira, afirmou que a participação dos jovens – mais de quatro mil pessoas na faixa etária de 18 a 29 anos foram admitidas no mercado em maio -  foi uma das razões que fizeram com que o estado alcançasse uma posição de destaque a nível nacional.

Ainda de acordo com Sebastiana Oliveira, a inserção dos jovens no mercado de trabalho está diretamente ligada à busca por qualificação profissional.

 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757