Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Benedito Dias (de azul) e Maurício Veloso. (Foto: Larissa Artiaga/ Portal 730)
beneditodiasemauricioveloso
O presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Goiás (CRMV-GO), Benedito Dias, e o presidente da Comissão de Pecuária de Corte da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Maurício Veloso, concederam nesta terça-feira (21) uma entrevista exclusiva à Rádio 730. Em pauta, os impactos da Operação Carne Fraca na economia goiana.

A Operação, deflagrada pela Polícia Federal (PF) na sexta-feira (17), denunciou inúmeras irregularidades cometidas em grandes frigoríficos de todo o país no manejo da carne. Segundo a PF, até mesmo carnes podres chegavam a ser repassadas para o varejo.

Mais de 30 pessoas já foram presas preventivamente na Operação. Além de executivos ligados aos grandes frigoríficos, a Polícia Federal suspeita que médicos veterinários tenham envolvimento no esquema.

Ao ser questionado sobre o assunto, o presidente do CRMV-GO, Benedito Dias, disse que a situação, apesar de grave, é pontual. “Já tomamos a iniciativa de solicitar à justiça uma cópia desse processo para que tenhamos documentação referente à participação dos veterinários goianos. Se ao recebermos esse material encontrarmos indícios da participação dos veterinários, eles vão responder por suas ações”, elucida.

O escândalo fez com que importadores como União Europeia e China anunciassem restrições temporárias à entrada de carne brasileira em seus territórios. Entretanto, Maurício Veloso acredita que a crise pode ser encarada como uma oportunidade de mostrar ao mundo a qualidade da carne brasileira. “O que muitos estão vendo como tragédia eu vejo como oportunidade. Os processos de produção, seja o pecuário dentro das fazendas ou mesmo os industriais, são seguros. Nós temos um corpo de fiscalização absolutamente responsável”.

Com informações da repórter Jordanna Ághata

Confira a entrevista na íntegra:

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757