Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
marcelorezende
O apresentador Marcelo Rezende, que vinha lutando contra um câncer no pâncreas nos últimos meses, morreu neste sábado (16). Ele tinha 65 anos. A informação foi confirmada pela TV Record e também no Twitter do próprio jornalista. 

Após ter iniciado sua carreira como repórter, teve suas primeira experiência marcante como apresentador no Linha Direta, da Globo, ao fim da década de 1990.

Em seguida, acumulou passagens por RedeTV!, Bandeirantes e Record TV, última emissora pela qual passou, e na qual ficou conhecido por seu trabalho à frente do Cidade Alerta.

Sua namorada, Luciana Lacerda, havia publicado uma mensagem durante a madrugada de quinta-feira (14), que havia sido interpretada por alguns fãs como um indício do delicado estado de saúde de Marcelo: "Querido Deus, cuida de quem eu não posso cuidar, obrigado!". Já na sexta, 15, ela postou outra mensagem: "Que Deus segure nas minhas mãos e na sua, meu amor", com a hashtag #juntossomosmaisfortes.

No começo do mês, o apresentador havia publicado um vídeo falando sobre sua luta contra a doença: "O que eu tenho é câncer. É como uma montanha-russa: hora eu estou lá em cima, hora eu estou lá em baixo".

Vida e carreira

Marcelo Luíz Rezende Fernandes nasceu no Rio de Janeiro, em novembro de 1951.

De família humilde, começou a carreira como jornalista aos 17 anos, sendo estagiário no Jornal dos Sports, onde atuou por 19 anos.

Trabalhou em diversos jornais, como O Globo, na revista Placar, da Editora Abril e cobriu duas Copas do Mundo.

Em 1987, entrou para a televisão, como repórter esportivo da Rede Globo.

O interesse pelas coberturas policiais surgiu quando noticiou o assassinato de um dos empresários mais ricos do Rio, José Carlos Nogueira Diniz Filho.

Entre 1999 e 2002, comandou o programa Linha Direta, na TV Globo.

Passou pela Band e pela RedeTV antes de chegar à Record, onde trabalhou até ser interrompido pela doença.

Conhecido pelos bordões “Corta pra mim” e “Bota exclusivo ai, minha filha, dá trabalho pra fazer”, Marcelo ficou à frente do "Cidade Alerta" desde 2004 – na primeira versão, que durou até 2005 e a segunda que começou em 2012. Ao lado de seu companheiro Persival de Souza, ele conquistou milhões de fãs.

Marcelo foi casado por 19 anos e deixou cinco filhos e dois netos.

Da Agência Estado

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757