Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Imagem do caminhão usado para atropelar pessoas na capital sueca nesta sexta-feira (Foto: Tomas Oneborg/SvD/TT)
sweden
O primeiro-ministro sueco, Stefan Löfven, disse que seu país não se vai dobrar diante de “assassinos abomináveis”, em referência ao atropelamento de várias pessoas por um caminhão nesta sexta-feira (7) no centro de Estocolmo, no qual quatro morreram e 12 ficaram feridas. As informações são da agência de notícias EFE.

“Hoje, fomos vítimas de um terrível ataque no coração da nossa capital. Sabemos que há quatro mortos, vários feridos e todo um país unido na dor, na revolta e na determinação”, afirmou em entrevista coletiva em Estocolmo.

Löfven tinha dito horas antes que tudo indicava que o incidente foi um atentado e que a polícia trabalha com essa hipótese, apesar de outras possibilidades não terem sido descartadas.

“Se for um atentado terrorista, o objetivo é minar a democracia, mas atos assim nunca triunfarão na Suécia. Nossa mensagem sempre será clara: nunca irão vencer”, disse o primeiro-ministro sueco, que fazia uma visita ao sudoeste do país e interrompeu a viagem para retornar imediatamente à capital.

O primeiro-ministro, que enviou condolências as vítimas e familiares, informou que os controles de fronteira foram reforçados e garantiu que as autoridades trabalharão "sem descanso" para esclarecer o que aconteceu.

Em um pronunciamento anterior, a polícia sueca tinha informado sobre a prisão, no subúrbio de Estocolmo, de uma pessoa cujos traços eram os mesmos aos que apareciam em duas fotos do suspeito. A pessoa, que já foi identificada, está vinculada aos fatos e permanece detida, embora não de forma oficial, esclareceu Jan Evensson, da Polícia de Estocolmo.

Apesar de o tráfego de trens e metrô já ter sido retomado, a polícia mantém a recomendação para as pessoas não se aproximarem do centro de Estocolmo porque a investigação ainda está ocorrendo. Forças policiais foram mobilizadas em toda a Suécia para aumentar a vigilância de zonas estratégicas, embora os serviços de inteligência mantenham o nível de alerta terrorista “elevado”, mais especificamente 3 em uma escala até 5.

O ataque ocorreu pouco antes das 15h (horário local, 10h em Brasília) na entrada principal da Ahléns, uma famosa loja de departamento no centro de Estocolmo, na principal rua de pedestre (Drottninggatan), atropelando várias pessoas. A cervejaria sueca Spendrups confirmou à imprensa local que o caminhão envolvido na ação pertence à marca e que tinha sido roubado hoje por uma pessoa com o rosto coberto, aproveitando que o motorista estava descarregando mercadorias. Ao tentar conter o agressor, o motorista foi ferido.

Da EFE via Agência Brasil

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757