Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

huearthA agência meteorológica da Coreia do Sul confirmou  que o terremoto de magnitude 3 graus na escala Richter que atingiu neste sábado (23) a Coreia do Norte teve origem natural e não foi um teste nuclear do regime do presidente Kim Jong-un.

"Analisamos o terremoto e ele ocorreu por causas naturais", afirmou um porta-voz da Administração Meteorológica da Coreia do Sul em declarações divulgadas pela agência de notícias Yonhap.

"A onda sonora, que normalmente é gerada quando se trata de um terremoto artificial, não foi detectada", explicou o porta-voz sobre o fenômeno, comum quando há testes nucleares subterrâneos.

O órgão destacou que, apesar de o tremor ter ocorrido no condado de Kilju, onde fica a base de testes nucleares de Punggye-ri, o epicentro foi registrado a cerca de 20 quilômetros do local.

Teste nuclear ocorreu dia 3

O terremoto ocorreu 16h09 no horário local da Coreia do Norte (7h29 em Brasília). Foi na base de Punggye-ri que o regime coreano realizou o teste nuclear do último dia 3 de setembro.

O Centro Nacional de Terremotos da China indicou que o tremor poderia ter sido provocado por um teste nuclear, considerando a proximidade do epicentro por Punggye-ri, uma hipótese agora descartada pela agência sul-coreana.

Por sua vez, a Organização do Tratado de Proibição Total de Testes Nucleares (CTBTO) considerou improvável que a atividade sísmica detectada hoje tivesse origem nuclear.

A Coreia do Norte detonou no último dia 3 um dispositivo com uma potência estimada de 250 kilotons, uma ação que gerou uma nova rodada de sanções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas.

Da Agência EFE via Agência Brasil

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757