Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução
missil
O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos anunciou nesta sexta-feira (29) uma nova rodada de sanções contra seis entidades associadas ao programa de mísseis balísticos do Irã, após o lançamento ontem de um foguete espacial iraniano portador do satélite Simorq. A informação é da EFE.

Os foguetes espaciais usam tecnologias que "estão estreitamente relacionadas com as dos mísseis balísticos internacionais, e este lançamento supõe um passo ameaçador por parte do Irã", assinalou o Departamento do Tesouro americano em comunicado.

As entidades afetadas são: Shahid Karimi Industries, Shahid Rastegar Industries, Shahid Cheraghi Industries, Shahid Varamini Industries, Shahid Kalhor Industries e Amir al Mo'Menin Industries, todas elas vinculadas ao Shahid Hemmat Industrial Group, responsável pelo desenvolvimento e produção dos mísseis balísticos iranianos de propulsão líquida.

"Estas sanções atingem entidades-chave envolvidas no programa de mísseis e reforçam as profundas preocupações a respeito do desenvolvimento contínuo dos testes de mísseis balísticos e de outros comportamentos provocadores do Irã", afirmou Steven Mnuchin, secretário do Tesouro dos EUA.

Com as novas sanções, ficam bloqueados os ativos que estas companhias possam ter sob jurisdição americana e estão proibidas as transações financeiras de cidadãos e companhias dos EUA com elas.

O Irã inaugurou ontem o Centro Espacial Nacional Imã Khomeini, com o lançamento do foguete portador do satélite Simorq. Essa é uma primeira base com a qual o país procura cobrir as necessidades de sua indústria aeroespacial nos próximos dez anos.

Da Agência EFE via Agência Brasil

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757