Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
chile
Santiago foi atingida neste sábado pela maior nevasca da última década e o fenômeno deixou uma pessoa morta, duas feridas e mais de 300 mil lares sem energia elétrica, o que se repetiu em outras regiões do centro e do sul do país.

A capital chilena amanheceu coberta por um manto branco, após a intensa tempestade de neve que caiu durante a madrugada, formando uma paisagem pouca comum para os 7 milhões de habitantes da cidade.

O intendente (governador) da Região Metropolitana, Juan Pablo Gómez, informou que o funcionário de um hospital de Santiago faleceu depois de cair na neve e bater com a cabeça. Além disso, duas pessoas foram eletrocutadas na capital, mas estão fora de risco.

Praticamente todos os bairros de Santigo foram afetados pelo temporal, ainda que a tempestade tenha sido mais forte nas áreas mais próxima à Cordilheira dos Andes.

Conforme relatório do Escritório Nacional de Emergência (Onemi), 316.200 casas foram afetadas por pelo corte de energia na Região Metropolitana, que inclui a capital.

A empresa Enel, que fornece eletricidade a boa parte de Santiago, informou que tem cerca de 180 mil clientes sem o serviço. Já a Compañía General de Electricidad (CGE), que opera em alguns setores da Região Metropolitana e no sul do país, contabilizou 144 mil casas sem fornecimento elétrico: 132 mil na Região Metropolitana e 12 mil na região de O'Higgins.

A Direção Meteorológica do Chile tinha avisado sobre a chegada de uma onda de frio polar à região central do país, que podia provocar tempestades de neve e chuva. A previsão é de que não haverá mais neve na zona central do Chile, mas os termômetros continuarão com temperaturas abaixo de zero.

A neve caiu também em outras pontos do centro-sul do país, como Valparaíso, O'Higgins e Maule. A passagem Los Libertadores, a principal na fronteira entre Chile e Argentina, permanece fechada por conta do temporal.

Além disso, dois jogos pela primeira fase da Copa Chile, que aconteceriam em Santiago, foram adiados: Colo-Colo e La Serena e Universidad Católica e Rangers.

Da Agência EFE

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757