Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
trump5
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que discutiu em sua primeira reunião com o governante russo, Vladimir Putin, na sexta-feira, a formação de "uma impenetrável unidade de cibersegurança" conjunta.

A afirmação surpreende após o republicano ter dito que pressionou Putin sobre a ingerência eleitoral, que segundo as agências de inteligência americana aconteceu mediante ciberataques.

Além disso, a imprensa americana já havia revelado tentativas de infiltração russa na rede de votação dos Estados Unidos, assim como em centrais nucleares e outras infraestruturas importantes.

A unidade estudada na reunião com Putin durante a Cúpula do G20 de Hamburgo, que terminou no sábado, servirá, segundo Trump, para evitar "o hacking nas eleições e outras coisas negativas, que estarão protegidas e seguras".

Como contraponto, Trump pareceu alimentar dúvidas sobre se a oposição democrata foi responsável pelos seus próprios ciberataques ao se perguntar por que não agiu quando a CIA e o FBI avisou sobre os ataques.

"Por que Obama não fez nada quando tinha informação antes das eleições?", questionou o atual presidente pelo Twitter.

Da Agência EFE

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757