Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
incendioportugal
O incêndio que atinge desde o último sábado o centro de Portugal continua ativo em quatro focos nos distritos de Leiria e Coimbra. No entanto, as perspectivas são favoráveis após o controle de 70% das chamas nas últimas horas, segundo dados da Proteção Civil.

Após os progressos registrados durante a madrugada desta terça-feira (20), dois mil bombeiros, apoiados por meios terrestres e aéreos, trabalham para reduzir o incêndio.

No último balanço oficial, o número de mortos está em 64 e os feridos são 62 no município de Pedrogão Grande, onde se iniciaram as chamas no sábado, aparentemente pelo impacto de um raio em uma árvore seca, segundo a Polícia Judicial.

Hoje cedo, as equipes reestruturaram o plano de ação, mais otimista que ontem, porém, elas seguem cautelosas pelas condições meteorológicas, que podem complicar as tarefas de extinção.

O Instituto Português do Mar e Atmosfera prevê para hoje temperaturas em torno de 39 graus e ventos moderados nas áreas afetadas dos distritos de Leiria e Coimbra. O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, apelou ontem para que se concentrem os esforços em combater o fogo, em vez de discutir as causas e suas possíveis responsabilidades.

"A prioridade agora é o combate ao incêndio e o apoio às vítimas e seus familiares", disse o presidente, acrescentando que "depois teremos todo o tempo do mundo" para debater outros assuntos.

Da Agência Brasil

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757