Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail


Foto: Reprodução/ Internet
irabandeira
O ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohammad Javad Zarif, classificou nesta quinta-feira (08) de "repugnante" a declaração do presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, de que o próprio Irã propiciou os atentados de ontem, em Teerã, ao patrocinar o terrorismo. 

"São repugnantes a declaração da Casa Branca e as sanções do Senado, enquanto os iranianos combatem o terrorismo apoiado pelos clientes dos EUA", escreveu Zarif em sua conta no Twitter.

O chefe da diplomacia iraniana insistiu que aliados de Washington, como a Arábia Saudita, país com o qual Trump assinou recentemente um milionário acordo militar, são os verdadeiros patrocinadores do terrorismo.

"Os déspotas que patrocinam o terrorismo ameaçam levar a luta para o nosso país", afirmou Zarif.

Os dois atentados de ontem em Teerã, reivindicados pelo grupo jihadista Estado Islâmico, deixaram 12 mortos e dezenas de feridos no Parlamento e no mausoléu do aiatolá Ruhollah Khomeini.

Donald Trump lamentou os atentados, mas ressaltou que os países que "patrocinam o terrorismo se arriscam a virar vítimas do próprio mal que promovem".

Os EUA acusam o Irã de patrocinar o terrorismo, por meio de apoio ao grupo xiita libanês Hezbolá, a milícias palestinas em Gaza, aos rebeldes hutíes do Iêmen e às milícias que lutam na Síria ao lado do regime de Bashar Al Assad.

Da Agência Brasil

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757