Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Assessoria/Goiás EC
walter goias divulg 1
Na tarde deste domingo no estádio Anibal Batista de Toledo, o Goiás estreou no Campeonato Goiano contra a Aparecidense. A partida ficou empatada por 2 a 2. Os gols esmeraldinos foram marcados por Everton Sena e Léo Gamalho. Tozin marcou duas vezes para os donos da casa. Porém, o principal fato da partida se deu após o término do jogo.

O atacante Walter, com exclusividade para o microfone da Rádio 730, desabafou sobre o árbitro da partida, Bruno Rezende (GO). O jogador, que entrou aos 15 minutos da segunda etapa, reclamou abertamente sobre o comportamento do árbitro perante sua condição física. Walter acusou Bruno de “mandar” ele emagrecer, após ter expulsado o volante Victor Bolt, em falta que permitiu a Aparecidense empatar a partida.

“Teve o lance do Bolt ali. Não foi falta! O juiz está de sacanagem! Não gosto de falar não, mas eu fui falar com ele e soltou um monte de piadinha comigo. Eu falei: ‘professor apita direito’. Ele falou: ‘eu que apito, vai emagrecer vai’. Não entendi essas gracinhas. Eu respeito ele! Tem juiz que apita Série A e todos me respeitam. Agora esse cara aqui que não é nada, e que há dois anos estava apitando jogo de escolinha, quer aparecer. Foi na hora da falta, o juiz têm que respeitar o jogador. Eu tenho um respeito muito grande por todos, mas esse palhaço aí vem falar essas gracinhas pra mim”, afirma.

O jogador, que desde a sua primeira passagem pelo Goiás foi alvo de piadas por conta de sua condição física, voltou 8kg acima do peso no inicio da preparação para o Goianão 2017. Walter então começou uma forte preparação na pré-temporada e conseguiu emagrecer. Porém, na primeira partida do ano, começou no banco e entrou após a Aparecidense empatar o duelo (1 a 1).

Após isso as fortes declarações, mais calmo, Walter atendeu à Rádio 730 novamente e falou sobre o caso. Para ele, o árbitro Bruno Rezende lhe faltou com a educação.

“Cheguei nele pra reclamar da falta e ele veio me falar: ‘vai emagrecer Walter, está precisando emagrecer’. Como um árbitro de futebol falar isso pra mim? Eu respeito todos. Graças à Deus sou conhecido no Brasil. Todos os juízes que apitam meus jogos tenho um respeito muito grande. E nesse jogo, teve falta de respeito comigo”, conta.

Walter revelou que nem os jogadores que atuam contra ele, ou até mesmo na mesma equipe brincam com esse assunto. O atacante se mostrou bem chateado. “Nem jogador de futebol falou isso. Nunca na minha vida. Foi a primeira vez que isso aconteceu. Mas não vou dar moral pra esse cara que, com todo respeito, tem uma família, tem tudo. Vou deixar quieto e ficar na minha. Mas querendo ou não atrapalha. Mas eu só estou falando o que aconteceu. Estou um pouco chateado, mas agora é levantar cabeça”, afirma.

O atacante do Goiás também aproveitou para falar que não falou com Bruno após o ocorrido, mas que chegou a pensar. Para Walter ele não foi bem na partida, o que deixou ele bem chateado e revelou que está voltando de uma pequena lesão que teve no joelho.

“Ele falou, falou e continuou falando. Eu até iria falar com ele após o jogo, mas achei melhor não falar. Eu também estava chateado. A partida que eu fiz foi muito abaixo do que eu esperava. Fui muito mal! Mas eu estou voltando de uma lesão pequena no joelho. Estou fazendo um trabalho especial e até queria pedir paciência. Mas o importante é sair com um ponto, melhor do que nada”, ressalta.

carregando...

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757