Foto: Nathália Freitas / Portal 730
Capturar 0
O Tacão até que começou bem com um gol no início do jogo, mas acabou sofrendo a virada e perdeu para o Bahia na estreia da equipe na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Porém, mesmo com a derrota, o técnico Rafael Miranda destaca a boa atuação do tricolor goiano. “Foi uma grande partida, nossa equipe se comportou muito bem devido a grandeza do jogo e ainda saímos na frente, logo aos três minutos de jogo.”

Satisfeito com a postura do Trindade, mas não com a arbitragem. Segundo o treinador do Tacão, o árbitro interferiu diretamente no resultado final da partida. “Antes de gol de empate deles, tivemos um lance capital onde o zagueiro do Bahia deveria ter sido expulso. Ele já tinha um cartão amarelo e fez uma falta por traz, assim como no primeiro lance, mas o árbitro não teve coragem de expulsá-lo e este mesmo atleta acabou fazendo o gol de empate”.

O time goiano reclamou ainda do segundo gol do Tricolor de Aço. “Na etapa final, eles conseguiram uma virada em uma cobrança de falta que, segundo informações que eu recebi, foi cavada. Nós fomos para o ataque para tentar o empate, perdemos oportunidades de gols e, no finalzinho, com nosso time aberto, tomamos o terceiro gol.”

Agora, o Trindade precisa vencer o São Bernardo para seguir sonhando com a classificação. Os anfitriões venceram o Fast Clube por 5 a 0 e estão na liderança do Grupo 21. “O time do São Bernardo é bem parecido com a equipe do Bahia. Um time de força, muito alto, que utiliza bastante as bolas paradas para chegar ao gol. Então vamos preparar a equipe para ganhar o jogo na sexta-feira e tentar a classificação no domingo”, afirma o treinador.

São Bernardo e Trindade se enfrentam sexta-feira (6), às 19h00. O Tacão precisa vencer o jogo para tentar uma classificação diante do Fast Clube, no domingo, às 16h00.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757