Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Assessoria VNFC
gaston filgueira 001
O Vila Nova se despede do seu torcedor e da Série B neste sábado (25), diante do Londrina, no estádio Serra Dourada, às 17h30. Apesar do não acesso a Série A, o clube colorado ainda busca motivação em vencer e assim superar a melhor campanha do clube na competição, quando em 2008 somou justamente os 58 pontos que o Vila tem hoje.

O ano está acabando e com ele jogadores saem e se despedem do elenco no qual trabalharam durante a competição. Ainda sem definição se vai ou se fica, o lateral esquerdo Gastón Filguera, titular e jogando a maioria dos jogos com a camisa colorada, falou sobre o elenco do Tigre nessa sua passagem pelo clube.

"Foi o melhor grupo que já trabalhei. Sinceramente, um grupo com caráter excepcional. Tem uma mistura de juventude com experiência muito boa. Acho que demos uma liga muito rápido e isso foi levado para o campo. Então fico feliz, tomara que eu me reencontre com vários deles, seja aqui ou no lugar que for, mas tomara que continuemos montando esses times com mais caráter", afirmou.

Os jogadores terão mais uma oportunidade de reencontrar seu torcedor nesse ano de 2017 e se despedirem com uma boa vitória, já que será a última partida do ano no Serra Dourada. Além disso, o clube não quer apenas superar a campanha de 2008, mas sim alcançar o 5º lugar, já que ano que vem o clube pode ganhar um pouco mais dependendo da sua colocação.

"Precisamos nos despedir de nossa torcida, do nosso grupo com um grande jogo. A gente merece, fizemos um grande ano. Não conseguimos o objetivo, mas também tem o objetivo econômico. O quinto colocado tem uma cota maior ano que vem, então é um benefício para o clube e precisamos deixar uma marca para eles", destacou.

Desacreditados e dados como candidatos ao rebaixamento, o elenco do Vila Nova se superou e fez uma excelente campanha apesar de não subir, alçando voos maiores ainda na competição. Gastón falou sobre.

"Nosso grupo foi muito cobiçado esse ano. Apareceram vários nomes que vieram um pouco desacreditados também. Estávamos marcados para o rebaixamento e conseguimos fazer uma grande campanha, até uma decepção em não ter conseguido o acesso, então olha só como virou. Acho que somos merecedores do respeito da nossa torcida tanto como nós respeitamos eles e da opinião pública", finalizou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757