Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
serra dourada divulgacao
O Tribunal de Justiça de Goiás acatou o recurso da advogada do Vila Nova, Neliana Fraga, e caçou a decisão do juiz Élcio Vicente. Em liminar, o juiz havia decidido o clássico do dia 14 de outubro entre Vila Nova e Goiás com duas torcidas, mas com limite de oito mil torcedores para cada lado.  Com a decisão derrubada, prevalece torcida única na partida, ou seja, a colorada, que é a mandante.

“Saiu a decisão e o Tribunal de Justiça definiu a tutela antecipada requerida, caçou a decisão determinando a decisão que a partida do dia 14/10 ocorra com apenas uma torcida, que é a mandante, portanto a do Vila Nova”, afirmou Neliana em entrevista à Rádio 730.

A Polícia Militar, em nota, voltou a ressaltar que era a favor do clássico com torcida única, por temer não conseguir controlar brigas dentro e /ou fora do estádio. E isso pesou bastante para a nova decisão, tomada pelo juiz Roberto Horácio Rezende. Lembrando que o Goiás ainda pode recorrer à decisão.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757