Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

geovane.assessoriavilaCom a derrota para o Ceará na noite desta terça-feira (03), o Vila Nova saiu do G-4 após 22 rodadas consecutivas. O time colorado viu o adversário direto na tabela vencer jogando em casa, por 2 a 0, e tomar seu lugar. O Tigre ocupa a 5ª colocação com 46 pontos.

Dois tempos distintos o Vila teve diante do Ceará. A equipe rubro-negra começou melhor o jogo sendo domínio total da partida. Já na volta do intervalo, o Vila que pressionou boa parte do tempo e criando mais chances de gol que os donos da casa. Titular durante os 90 minutos, o volante Geovane falou sobre o Tigre ter dois tempos tão diferentes.

"Estamos fazendo essa pergunta também. Sabíamos que seria um jogo complicado onde times que estão em equilíbrio, os dois tempos. Mais uma vez pecamos em começar o jogo um pouco abaixo. Nos primeiros cinco minutos, tivemos um bom início e tivemos a primeira chance. Mas depois eles conseguiram impor um ritmo em cima da gente e nos colocou em nosso campo e sofremos até tomar o gol. A partir do gol foi onde começamos a jogar e sair para cima. Temos que rever um pouco nossa atitude desde o primeiro jogo para pararmos de sofrermos esses gols no início e assim começarmos a pensar em vitórias", diz.

O Vila Nova nessa Série B apenas em duas oportunidades que saiu atrás do placar conseguiu empatar. O psicológico nessas horas mais atrapalha que ajuda quando o time começa perdendo. Geovane falou sobre.

"Não ficamos abalados não. Até porque os últimos três gols que nós sofremos, corremos atrás. Criamos até uma quantidade boa de chances, principalmente no jogo de ontem. Mas falta só mais um pouquinho de calma, tranquilidade para poder arrematar em gols. Ainda estamos pecando um pouco nisso também. Mas o principal é atitude e temos que ter um pouco mais desde o início do jogo na marcação e quanto tivermos a posse de bola e conseguir envolver o adversário", finaliza.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757