Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

hemersonmaria.assessoriavnfcO Vila Nova encarou o Goiás na tarde deste sábado (24), no estádio Serra Dourada, a partida era um confronto direito na tabela de classificação e valia permanência no G4. Quem acabou levando a melhor foi o Tigrão que venceu por 2 a 0, os dois gols foram marcados por Alan Mineiro. Apesar do espetáculo em campo, nas arquibancadas após o apito final, torcedores dos dois times entraram em confronto e produziram cenas lamentáveis  de muita violência no Serra Dourada.

Após a vitória que assegurou ainda mais a vaga no G4, Hemerson Maria analisou o confronto e elogiou seus comandados. “Temos que ter os pés no chão, sem soberba. Temos jogadores muito velozes, o Alan fez uma grande partida, o Alípio, o Moisés dispensa comentários, a partida do Mateus Anderson poderia ter sido melhor, mas ele saiu com problema muscular. Nossa defesa é boa, suporta a pressão. O Vila fez um jogo onde respeitamos o adversário, mas não abdicamos de jogar, o Marcelo Rangel fez uma grande partida, saímos satisfeitos, não podemos achar que o campeonato acabou”, ressaltou  Hemerson Maria.

O treinador do Tigrão ainda disse como é realizado seu trabalho no Vila Nova e que esse era um dos momentos mais felizes na vida dele. “Os três pontos são importantes pra sequencia da competição. Eu faço parte de uma engrenagem, eu divido as tarefas, quando nós ficamos com um jogador a menos contra o América, foi uma ideia do Glauber a solução. Eu ouço os jogadores no banco, o Vila está muito harmonioso hoje, todos se respeitam no Vila, estamos trabalhando muito. Eu estou muito feliz, talvez seja um dos mais felizes profissionalmente da minha vida”, afirmou o técnico. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757