Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
moises vila nova 2017 tenso
O Vila Nova tropeçou dentro de casa na noite desta terça-feira (20), e empatou com Ceará por 1 a 1. Com o resultado, o time colorado viu o arquirrival se aproximar ainda mais, já que o Goiás venceu o Náutico por 3 a 2, e sábado o maior clássico do centro-oeste vai pegar fogo pela 10ª rodada da Série B. O Tigre é o 3ª colocado com 15 pontos e o time esmeraldino é o 4ª com 14.  

O empate para o Ceará, no Serra Dourada, foi dolorido, já que a situação para o clássico poderia ser mais confortável caso o Vila tivesse vencido. O Tigre até saiu na frente com Alan Mineiros, aos 17 minutos, mas adotou uma postura recuada e viu o adversário dominar a partida e empatar. Após o término do duelo, o atacante Moisés comentou sobre esse posicionamento mais cauteloso que a equipe vem adotando nas últimas partidas. 

"Nós jogadores temos que ter consciência que podemos nos doar um pouco mais dentro de campo. Terei uma semana para me preparar melhor até o clássico e temos peças no elenco que podem render mais, precisamos nos cobrar. O Vila é isso, se tivéssemos ganhado hoje, sábado a pressão seria a mesma porque o Vila Nova é isso, pressão o tempo todo. Nós jogadores temos que nos doar mais", afirmou. 

Moisés estava se recuperando de uma lesão que sofreu ainda nas finais do Campeonato Goiano. Nesta terça-feira foi a primeira vez que o jogador entrou em campo pela Série B do Brasileiro. Hemerson o colocou aos 20 minutos da etapa final, atitude que Moisés lamentou, já que está se sentindo preparado para atuar durante 45 minutos ou até mais. 

"Eu pensei que entraria antes na partida, mas isso sou eu, o treinador pensa de um jeito, torcedor de outro. Mas tudo isso faz parte, estou me preparando para entrar e suportar mais, acredito que até sábado estarei melhor fisicamente. Gostaria de ter entrado no intervalo, estou me sentido preparado para atuar 45 minutos, os outros atacantes vem de uma sequência forte, eu acredito que poderia ter sido uma válvula de escape. Mas passou, agora temos que nos preparar para sábado", finalizou. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757