Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

ab16d749 308a 46dc 9940 2a7c12e4993e

O Vila Nova não conseguiu dar sequência aos bons resultados que vinha conquistando na Série B do Brasileirão. Na noite deste sábado (17), o rubro-negro foi até o Rio Grande do Sul encarar o Brasil de Pelotas e perdeu pelo placar de três a zero. A bola rolou às 19h da noite, no estádio Bento Freitas.

Com o resultado, o Vila Nova permanece no G4 do Brasileirão, zona que classifica para a elite do futebol Brasileiro, em terceiro lugar com 14 pontos conquistados. Agora o Tigrão entra em Campo na próxima terça-feira (20), tentando se recuperar no estádio Serra Dourada diante do Ceará, às 21h30 da noite, horário de Brasília.

O jogo

O primeiro tempo começou movimentado no estádio Bento Freitas, as duas equipes pareciam ter estudado o adversário e se movimentavam bem em campo. Entretanto, o Brasil de Pelotas demostrava uma superioridade e atacava o Vila Nova em algumas oportunidades, dando chance de alguns contra-ataques para o time Colorado que não conseguia aproveitar as oportunidades. Aos 10 minutos os donos da casa quase abriram o placar com Bruno Lopes, após sobra de bola na área o atacante finalizou pra fora. Até os 20 minutos da primeira etapa, Brasil e Vila não conseguiram finalizar com qualidade.

 O Vila Nova não conseguia sair jogando e seguia pressionado pelos donos da casa. Aos 36 o Tigrão tentou investido com Marcos Paulo que aproveitou desvio de Leandro Camilo, e finalizou, mas Eduardo Martini defendeu. O Tigrão tentava se lançar ao ataque e conseguiu uma falta na intermediária aos 40 minutos, Alan Mineiro bateu, mas Eduardo Martini fez a defesa. O Brasil não demorou e respondeu logo em seguida aos 42, PH perdeu para Itaque que tocou para Lincom na entrada da área, o atacante não perdoou e finalizou sem chances para Wendell. O primeiro tempo terminou com os donos da casa indo para o intervalo com a vantagem.

A segunda etapa não começou nada bem para o Vila Nova, logo no primeiro minuto de jogo, o lateral Maguinho cometeu falta e recebeu o segundo amarelo no jogo, e foi expulso pelo árbitro da partida José Reinaldo Nascimento Júnior. O jogador parecia estar nervoso na partida cometendo algumas faltas e complicou a vida do Tigrão que ainda enfrentaria mais 45 minutos com um jogador a menos. O Brasil continuava com a mesma postura da primeira etapa e pressionava o Vila Nova que se defendia.

As duas equipes trocavam passes e tentavam infiltrar na defesa do adversário. O Brasil conseguia se sobressair ao Tigrão e chegou aos 14 minutos com Bruno Lopes que girou dentro da área e finalizou para a defesa de Wendell. De tanto insistir, o Brasil conseguiu chegar ao segundo gol. Aos 26 minutos da etapa final, Lincom recebeu passe de Evaldo e tocou por cobertura na saída de Wendell que não conseguiu fazer a defesa.

O Vila Nova parecia sentir a falta de um jogador e não conseguia criar boas oportunidades ofensivas. O time de Hemerson Maria apenas se defendia e assistia o Brasil de Pelotas dominar a partida. Os donos da casa pareciam confortáveis com o resultado e tocavam bola no campo de defesa do Vila Nova, mas sem oferecer grande perigo ao colorado. Já nos acréscimos, aos 46 minutos, o Brasil de Pelotas cobrou falta com Rafinha que mandou uma bomba de falta direto para o fundo do gol de Wendell.

Com o resultado, o Tigrão ainda permanece no G4, ocupando a terceira posição na tabela da Série B com 14 pontos. O Vila entra em campo na próxima terça-feira diante do Ceará, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Já o Brasil de Pelotas saiu da zona de rebaixamento e ocupa a 12º posição com 11 pontos e enfrenta o Juventude na próxima rodada.

 

FICHA TÉCNICA   

Campeonato Brasileiro da Série B – 8ª rodada   

 Jogo: Brasil de Pelotas 3 x 0 Vila Nova

Data: 17/06/2017        

Horário: 19h (de Brasília)      

Estádio: Bento Freitas  

Cidade: Pelotas

Árbitro: Rodrigo Batista Raposo - DF (CBF)

Assistente: Jose Reinaldo Nascimento Junior - DF (CBF)

Assistente 2: Leila Naiara Moreira da Cruz - DF (CBF)

Brasil: Eduardo Martini; Wender, Leandro Camilo, Evaldo e Breno; Itaqui, João Afonso e Rafinha; Bruno Lopes, Lincom e Elias

Vila Nova: Wendell; Magno Silva, Brunão, Wesley Matos e Gastón; Geovane, PH, Alan Mineiro e Alípio; Mateus Anderson e Marcos Paulo

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757