Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

mazola dep comunicacaoNão foi desta vez que o Vila Nova rompeu com o tabu de 12 anos sem vencer a final de um Campeonato Goiano. Na tarde deste domingo (7), o Tigrão foi até o Serra Dourada encarar o Goiás pela grande final da competição e acabou saindo com uma derrota por 1 a 0. Na partida de ida, o Goiás havia vencido por três a zero, o que lhe conferia uma vantagem de 4 gols de diferença. O Vila bem que tentou, mas não foi o suficiente para conseguir triunfar na partida.

O treinador colorado, Mazola Júnior, após a derrota falou sobre o jogo, parabenizou o adversário, mas foi categórico. “Os dois jogos foram assim muito parecidos, o Vila criou e não fez, eles fizeram, é a qualidade indiscutível, temos que parabenizar o Silvio Criciúma pelo título dele é muito importante no início de carreira. Parabenizar o Goiás, apesar que sinceramente eu acho que o Goiás não fez mais que a obrigação pelo que investe e pelas condições que oferece aos seus profissionais”, afirmou Mazola.

Mazola disse que os objetivos traçados para o clube até aqui em 2017 foram cumpridos. “O Vila foi no seu limite, tudo que foi programado e planejado em dezembro foi cumprido. Passamos na primeira fase da Copa do Brasil, e chegamos a final do Campeonato Goiano. Objetivo cumprido e repensar bastante na continuidade do ano”, ressaltou o treinador.

Agora o Tigrão tem pela frente mais um desafio, a Série B do Campeonato Brasileiro que começa já na próxima semana. O treinador foi questionado sobre o que o torcedor pode esperar da competição. “Vai depender do que investir a Série B não existe milagre, nós vamos ter que investir e ver qual o objetivo o clube tem”, concluiu Mazola Júnior. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757