Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Assessoria Vila Nova
ph.assessoria
Está sendo uma semana difícil para o Vila Nova. A equipe colorada conseguiu chegar a uma final de Campeonato Goiano depois de 12 anos, mas começou com o pé esquerdo. Perdeu a primeira partida para o Goiás por 3 a 0, no último domingo, no Serra Dourada, sendo o mandante do duelo. Na jogo da volta, o Tigre precisar fazer o mesmo placar para levar para os pênaltis.

Mesmo com o resultado elástico do arquirrival, o Vila Nova teve mais posse de bola e volume de jogo durante os primeiros 90 minutos. Chegou a ter mais chances claras de gol, mas na hora de finalizar, pecava. Além disso, os gols do adversário saíram de erros individuais. Mas PH afirmou que todo o grupo tem responsabilidade no que aconteceu e que precisam pensar em corrigir esses erros para conseguirem mudar o quadro.

“Sabemos como foi nosso jogo, sabemos que é difícil, mas não é impossível. Temos que fazer uma partida perfeita, sem errar tanto. Os erros foram do grupo, temos que pensar no que pode ser resolvido não no que poderia ter sido, isso só atrapalha. É com esse pensamento que vamos ser campeões”, afirmou.

Mesmo com toda a dificuldade que tem pela frente para tentar reverter esse quadro, PH diz que ainda acredita no trabalho que está sendo desenvolvido e que o caminho mais fácil para isso é mostrando o poder de reação que o time colorado tem e já mostrou neste Campeonato Goiano em outras oportunidades.

“Difícil com certeza vai ser, mas cabe a nós fazer com que a partida fique mais fácil no primeiro tempo, abrindo o placar. Mostrar para o adversário uma reação. Com palavras é difícil mostrar, mas estamos focados, trabalhando e querendo esse resultado”, finalizou.

O jogo de volta em que tudo será definido acontece no próximo domingo (7), às 16 horas, no Estádio Serra Dourada. Desta vez o Goiás será o mandante da partida e pode perder por até dois gols de diferença.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757