Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Assessoria Vila Nova
mazolajunior.assessoria
Faltando apenas um dia para o primeiro jogo da grande final do Campeonato Goiano, o Vila Nova segue se preparando para este grande momento que não vivencia desde 2005. O time colorado começou a semana com a classificação diante da Aparecidense, no Estádio Annibal, e com um verdadeiro show da torcida.  

O técnico Mazola Júnior, na tarde desta sexta-feira (29), concedeu sua última entrevista coletiva antes do clássico e enalteceu o torcedor colorado afirmando que este é o diferencial do Tigre para conquistar o título do Goianão. 

"Acho que o Vila pode ter um diferencial enorme nos dois jogos que é a arquibancada. Estamos contando com isso neste momento, principalmente por estarmos há 12 anos fora de uma final, isso vai jogar um astral no torcedor do Vila muito maior e vamos apostar nisso. Quando o torcedor vem com esse espírito é o doping para o nosso time, se somos inferiores fisicamente, tecnicamente ou financeiramente esse astral da torcida do Vila dentro do campo vai igualar tudo isso e nos ajudar a ultrapassar e ser campeões do Campeonato Goiano", declarou. 

Na semifinal do Goianão o Vila Nova venceu o primeiro jogo diante da Aparecidense por 2 a 1 e empatou o segundo por 2 a 2. Apesar do bom aproveitamento, Mazola prefere manter os pés no chão para a final. "Vamos procurar manter o mesmo ritmo, mesma empolgação, vibração e principalmente mesmo poder de marcação nos dois jogos contra a Aparecidense, mas se quisermos ser campeões teremos que jogar mais do que jogamos a semifinal", afirmou. 

Para esta primeira partida o treinador não poderá contar com Geovane, suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo, e Fagner que está lesionado. Apesar desses dois importantes desfalques, Mazola mostrou confiança em quem vai entrar.  

"O Vila provou durante toda a competição que tem uma equipe de trabalho muito parelho. Com todas as substituições e mudanças que fizemos durante a competição não houve uma discrepância muito grande de quem jogou e quem já estava jogando, esperamos que esta situação seja mantida nestes dois jogos da final", ressaltou. 

No sorteio da Federação Goiana de Futebol (FGF) para ver quem apitaria o jogo de ida da grande final, Wilton Sampaio foi o sorteado. Apesar dos erros que cometeu no jogo de volta da semifinal entre Aparecidense e Vila Nova, Mazola Júnior afirmou estar tranquilo em relação a isso e que confia no profissionalismo de Wilton. 

"Wilton foi muito bem, ele é muito bom, um dos melhores do Brasil. E a Federação Goiana tem sorte por tê-lo. Não é porque ele errou em três ou quatro decisões na segunda-feira que a gente vai crucifica-lo porque ele não vai voltar a errar de novo. Ele é um árbitro muito consciente, muito sério e deve ter estudado os erros que cometeu para não repetir", finalizou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757