Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
mazolajunior.divulgacao
O Vila Nova perdeu por 3 a 2 para o Itumbiara na tarde deste domingo (2), no Estádio Serra Dourada. O time colorado mostrou um futebol muito abaixo do que apresentou no início do Campeonato Goiano. A equipe se mostrou desorganizada dentro de campo, errando muitos passes, não conseguiu criar jogadase os atacantes não conseguiram se entender.

O Itumbiara aproveitou esses erros e garantiu sua permanência na elite do Goianão, com destaque para o atacante Vanilson, que marcou dois gols.O técnico Mazola Júnior, após o duelo, elogiou o Gigante do Vale e lamentou as dificuldades que a equipe colorada teve.

"Temos que valorizar a qualidade do Itumbiara no primeiro tempo, um aproveitamento impressionante.Tivemos algumas chances de terminar a primeira etapa com o empate, trabalhamos bem pelos lados, mas infelizmente não tivemos o aproveitamento que gostaríamos. No segundo tempo teve a situação do pênalti,que pra mim não foi, e depois 3 a 1 com um jogador a menos as coisas complicaram. Ficamos muito expostos. O resultado é justo para o Itumbiara e muito bom para nós", afirmou.

O treinador lembrou da importância de um resultado negativo tão perto das semifinais para levantar alguns pontos. Desde que o Vila começou a apresentar um futebol abaixo, a torcida começou a chamar o treinador de "retranqueiro", por ele escalar o time muito fechado. Após a contratação do atacante Stéfano Yuri, Mazola atendeu ao pedido da torcida e escalou o time mais ofensivo, com três atacantes.Com a derrota, o técnico aproveitou para defender seu ponto de vista dentro do gramado.

"Observações muito importantes para o restante do campeonato foram feitas hoje aqui. Mais do que nunca, quando falarem que o Vila tem que jogar mais ofensivo, com três atacantes, dois meias e não sei mais o que, está aí, hoje foi a prova do porquê não podemos e temos que jogar mais fechados, com três zagueiros. Só se pode jogar com três atacantes quando você tem muita qualidade e saúde lá na frente, para voltar, acompanhar os laterais e fechar por dentro. Este não é o caso do Vila Nova, e também, com o orçamento e responsabilidade que temos, não podemos fazer nenhuma loucura. Não podemos jogar nesse esquema, isso ficou claro hoje. Não temos essa qualidade ofensiva que muita gente acha que tem", declarou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757