Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Arthur Magalhães / Portal 730
mazola junior arthurmagalhaes01
O técnico do Vila Nova, Mazola Jr. começou bem no comando do Tigrão. Com duas vitórias em dois jogos e sem sofrer nenhum gol, em caso de vitória nesta segunda-feira (06), contra o Goianésia, este será o melhor começo de temporada do Vila neste século. Mazola não se importou com o fato e ressaltou os “pés no chão” da equipe neste começo de ano. 

“O Vila vem em uma crescente boa de trabalho. Respostas aos treinamentos tem sido mais automatizadas. Nossos princípios de jogo estão mais desenvolvidos. Os jogadores estão entendendo mais, estão mais soltos, melhores na parte física e em entender o que a gente (comissão) quer. Temos que esquecer essa parte de números, estatísticas e colocar o pé no chão”, afirma. 

Mazola se mostrou por dentro das táticas do Goianésia e ressaltou a dificuldade que o clube do interior irá trazer ao Vila. A partida será disputada no Serra Dourada na próxima segunda-feira (6), às 20 horas. Para o jogo, Mazola pediu o apoio do torcedor, que compareceu em número à baixo do esperado pela diretoria do clube na partida contra o Anápolis (público total de 5.004). 

“O Goianésia traz uma situação de jogo que não enfrentamos antes. Com três zagueiros, as dificuldades serão maiores porque estamos com problema por não ter um atacante de referência, que seria uma arma para combater os três zagueiros. Seria uma arma para neutralizar a sobra. Estamos esperando muitas dificuldades. O Goianésia vem de um empate fora. Foi um bom resultado. Agora, precisamos manter a humildade e pedir a ajuda do torcedor. Espero que o Serra esteja um pouco mais cheio do que na quinta. O apoio do torcedor será fundamental”, conta. 

O principal ídolo do clube, o atacante Moisés ainda não estreou no Goianão. O jogador machucou durante o amistoso contra o Flamengo, uma semana antes de começar a competição regional. Para Mazola Jr, essa é uma lesão “que engana” e espera o retorno com calma do jogador e praticamente descartou uma possível estreia nesta segunda-feira. 

“Vamos ver, temos mais alguns trabalhos antes do jogo, temos que ver qual será a reação do Moisés em termos físicos, em termos clínicos em relação a lesão que ele teve, que não foi simples, ela engana, parece que o jogador está bom, mas não está e com o agravante que o Moisés não fez pré-temporada. Ele ficou uma semana fora por causa da renovação contratual e depois 15 dias por conta doa lesão no joelho, em um lance infortuno na partida contra o Flamengo, por isso será muito bem estudado, para acharmos um bom momento para Moisés retornar em definitivo”, afirma.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757