Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

(Imagem: Reprodução/VNFC)
wallyson vila nova assess
Foram dois gols marcados em dois jogos oficiais com a camisa do Vila Nova. Ele que já havia chamado atenção pelos golaços no amistoso contra o Flamengo, mostrou novamente seu poder de decisão na goleada de 3 a 0 sobre o Anápolis, em partida válida pela 2ª rodada do Campeonato Goiano.

“O importante é vencer e manter os pés no chão porque ainda tem muita coisa para acontecer no campeonato. Nosso grupo está muito feliz pela vitória, pelo começo do trabalho mas tem muita coisa para acontecer ainda. Fico feliz em ser escolhido o melhor da partida, mas tenho que agradecer aos meus companheiros porque sem eles eu não faria os gols. Eles marcam por mim e o grupo está de parabéns”, declarou Wallyson.

Com 28 anos, o hoje artilheiro do Colorado já rodou o Brasil jogando futebol. O começo da sua carreira foi no São Gonçalo, do Rio Grande do Norte, onde atuou também pelo ABC. No sul do país, o atacante defendeu as cores dos rivais Atlético-PR e Coritiba. Mas ele chamou atenção mesmo por equipes como Cruzeiro e Botafogo-RJ. O problema? O atleta teve diversos problemas de lesão e alguns extras-campos envolvendo imbróglios com empresários.

“Estou muito feliz. As pessoas no clube têm me ajudado bastante. Venho fazendo um trabalho a parte, sou o primeiro a chegar para o treinamento porque estou morando no CT ainda, então eu sempre faço meu trabalho antes dos treinos. Já passei por momentos bons e ruins, sei os dois lados da moeda. Às vezes surgem propostas que são boas para o jogador, mas para a equipe não. Eu disse para o Felipe que se surgisse algo bom, eles me dissessem. Se não, vou continuar focado aqui”, comentou o goleador.

Leia maisMazola Jr. elogia disciplina tática do Vila Nova e dispara: “Wallyson é o jogador de Série A”

Wallyson revelou ao repórter Juliano Moreira, da Rádio 730, que o técnico Mazola Júnior não escondeu a felicidade ao saber que iria poder contar com ele (Wallyson) no elenco colorado. E que o treinador tem sido uma peça essencial para seu sucesso inicial na equipe goiana.

“No dia seguinte quando cheguei aqui, tive uma conversa com o Mazola e ele disse estar muito feliz com a minha contratação. Eu disse pra ele que estava aqui para recuperar o meu futebol e ajudar o grupo. Ele sempre fala para a gente o escutar bastante e nós estamos conseguindo entender a proposta dele”, relembrou.

O artilheiro do Tigre no Campeonato Goiano não escondeu que caso apareça uma proposta de um clube da elite do futebol brasileiro, ele precisará pensar antes de tomar qualquer tipo de decisão, nada que tire seu foco atual.

“Sei que fazendo um bom trabalho aqui, surgem oportunidades na Série A. Mas eu estou muito focado no Vila e se aparecer alguma proposta bom para mim e para o clube, eu vou conversar com meu empresário. Não chegou nada pra mim até agora então vou continuar trabalhando firme e com os pés no chão”, declarou.

Provavelmente com Wallyson em campo, o Vila Nova, pela 3ª rodada do Goianão, retorna ao Serra Dourada para enfrentar o Goianésia, às 20:00 (de Brasília), na próxima segunda-feira (6). O confronto do Tigre contra o Azulão do Vale terá transmissão da Rádio 730 e Tempo Real nas mídias sociais.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757