Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova FC
jonathan lateral assess
Um dos reforços do Vila Nova foi o lateral-esquerdo Jonathan, de 22 anos. Rapidamente, o jogador garantiu a titularidade no time comandado por Mazola Jr.. Após estrear nos amistosos de pré-temporada, ele teve a oportunidade de começar jogando diante do Atlético, no clássico do último sábado (28), no estádio Serra Dourada.

O jogador, que atuou por quase 90 minutos, só foi substituído no final da partida. Jonathan acredita que a equipe do Tigrão evoluiu, desde a partida contra o Flamengo, quando o Tigrão venceu o rubro-negro carioca por 2 a 1. Porém, lateral ressaltou a importância de ganhar um clássico.

“Acho que o time ficou mais forte. Ganhar do Flamengo é bom, mas um clássico é diferente. É outro jogo, é mais pegado e graças a Deus conseguimos sair com os três pontos, que era o mais importante”, afirma.

Após vencer o atual campeão brasileiro da segundona, Jonathan encara o Dragão como grande rival no Goianão. Jonathan entende que o fato do Atlético estar na primeira divisão nacional o caracteriza como a ‘equipe a ser batida’.

“Claro que é (a equipe a ser batida). Eles estão na Série A. Nós estamos tentando buscar o título, assim como eles e também o Goiás. Então esperamos fazer um grande campeonato e, se Deus quiser, conseguir o sonhado título”, ressalta.

O lateral-esquerdo, que ainda não atuou no OBA, não se mostrou importar com a alteração do mando de campo para as duas próximas partidas. A diretoria colorada solicitou a mudança do local das partidas contra o Anápolis e contra o Goianésia, válidos pela segunda e terceira rodada do Goianão 2017, respectivamente.

“Independente do estádio, aonde formos jogar, a torcida está do nosso lado e está comparecendo, que é o que importa. Isso ajuda para que possamos fazer o melhor dentro de campo”, afirma.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757