Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Os bancos ao lado da Mangueira já foram arrancados. Nos próximos dias, a árvore também deve ser retirada. (Foto: Pedro Henrique Rabelo)
OBA1 PedroRabelo 001
O Vila Nova está realizando algumas mudanças no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA) e causando uma grande repercussão. Na entrada principal, onde fica o estacionamento, os bancos foram quebrados e as tradicionais mangueiras serão arrancadas ainda este mês. Nos Debates Esportivos,da Rádio 730, o presidente Ecival Martins, concedeu entrevista comentando os motivos dessas mudanças. 

"As mangueiras, em época de frutas, ninguém pode estacionar embaixo delas porque se não mangas caem em cima dos veículos. Outra questão é a da estética, nós estamos revitalizando, as calçadas estão todas quebradas por conta das raízes. Tenho certeza que o torcedor consciente do Vila Nova vai saber que estamos tomando medidas aqui para dar uma segurança para o clube, para melhorar os departamentos", comentou. 

Os bancos ao lado do tradicional "portãozinho" foram arracandos. (Foto: Pedro Henrique Rabelo)
OBA PedroRabelo
Além disto, outra questão que o presidente colorado ressaltou foi a da segurança. Segundo ele, o Vila Nova é visto como um clube aberto, que qualquer pessoa pode chegar e entrar e que isto prejudica a imagem de seriedade do clube. Ecival também falou dos inúmeros problemas que já aconteceram, como furtos, vandalismo e ameaças verbais feitas por torcedores diretamente à jogadores e funcionários. 

"O clube é muito aberto, qualquer pessoa que chegava tinha livre acesso às instalações. Já teve caso de uma pessoa chegar, passar por todo mundo e entrar na minha sala sem ser anunciado, então, é uma questão de segurança. Já tivemos problemas de furto, pneus furados, reclamação de roubo e ameaças verbais feitas por torcedores, com profissionais correndo risco até mesmo de apanhar aqui dentro", declarou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757