Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução
martinez rep
Mesmo jogando bem, o Vila Nova não saiu do empate com o Tanabi na tarde desta quinta-feira (5) e adiou sua classificação para o terceiro jogo da fase de grupos que está marcado para o próximo sábado (7), às 14 horas, também no Estádio Prefeito Alberto Victolo.

Um dos conselheiros do clube, José Martinez está acompanhando o Tigre na Copa São Paulo. Ele destaca a ausência do atacante Marcos Paulo e a importância que ele tem para a equipe colorada. “O problema de hoje não foi que a bola não quis entrar. É que depois que o Marcos Paulo lesionou a mão, o time sentiu muito. Ele é um jogador que agrega demais e faz uma falta muito grande”.

Marcos Paulo fez o primeiro gol do Vila Nova na competição na virada sobre o Náutico na primeira rodada. Na ocasião, ele caiu sobre o punho e se lesionou. O jogador fez uma cirurgia, está internado em um hospital na cidade de São José do Rio Preto e deve voltar para Goiânia nos próximos dias”.

Na liderança do Grupo 2, com 4 pontos, o Tigre vai decidir sua classificação contra o Mirassol, time que eliminou o colorado na última edição da Copinha. “Eu estou com o Mirassol na garganta. Ano passado eles eliminaram o Vila da Copa São Paulo e esse ano nós queremos tirá-lo da competição”, afirma Martinez.

Quem também já está pensando no próximo adversário é o zagueiro Luizão. O jogador assistiu a derrota do Mirassol para o Náutico por 3 a 1 juntamente com a comissão técnica colorada e observou os detalhes do time paulista.“Nós conseguimos ver bem o posicionamento do time deles. Nosso analista filmou todas as jogadas para poder passar pra gente”.

Luizão tem 19 anos e assim que voltar da Copa SP irá integrar o elenco profissional do Vila que disputará o Goianão. “É sempre bom estar no elenco profissional. Já fiz alguns jogos como titular, também já fiquei algumas partidas no banco, e é sempre bom ter essas oportunidades”.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757