Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

(Foto: Rafael Ribeiro / CBF)
tite
Nesta sexta-feira (29), o treinador da Seleção Brasileira, Tite, concedeu entrevista exclusiva à Rádio 730. O comandante canarinho foi questionado sobre a situação atual de Neymar. O jogador se envolveu em um conflito com o jogador Nelson Sameda, na noite desta quinta-feira (28), e abandonou o treinamento do Barcelona.

O clube catalão está em Miami, onde realiza trabalhos de pré-temporada. O jogador teve que ser separado pelos colegas de equipe Mascherano e Busquets.

O nome de Neymar vem circulando na mídia desde o começo do mês. O atacante estaria negociando com o clube francês PSG, que estaria disposto a pagar € 222 milhões [de euros] (o equivalente a R$ 819 milhões) de multa para tirar o jogador do Barcelona.  

Na 730, Tite comentou situação de Neymar. Ouça:

Leia os tópicos abordados por Tite em relação a Neymar:

- Como você vê as negociações que giram em torno de Neymar?

“Fico muito tranquilo. Temos que ter o limite das nossas ações. Eu fico na torcida. Tenho certeza que ele vai atender há algumas situações que são interessantes a ele especificamente e consequentemente para o clube onde ele vai estar que é estar em alto nível, jogar com uma comissão técnica de alto nível e estando feliz. Quando conseguimos de alguma forma relacionar esse lado pessoal a qualidade de trabalho, torna-se próximo de estarmos na nossa excelência. Qualquer que seja a decisão tenho certeza que será bem encaminha nesse aspecto”.

- Sobre a situação em que Neymar teria se desentendido com o Samedo, como você vê este acontecimento?

“A primeira coisa que me preocupa quanto ao pessoal é verificar a informação quanto a tudo que aconteceu. Se não acabamos emitindo opinião em cima de inversão. É a situação que mais me incomoda enquanto profissional é criticar ou elogiar em cima de uma informação errada. Ainda é bastante recente, temos que a real dimensão dos fatos acontecidos. Para a partir daí ter uma dimensão. Eu tenho esse cuidado em razão de ter uma real informação a respeito do que aconteceu”.

- Tite, já falou com Neymar sobre está situação?

“Não falei com ele. Há um limite do técnico. Nem com Neymar, nem com o Diego Souza, nem com Rodrigo Caio, nem Renato e William. Eu não me dou esse direito. O técnico tem que saber o seu limite. Não posso colocar que o objetivo da seleção brasileira se sobreponha ao pessoal, familiares e dos clubes onde ele estar e tem um contrato. Se fosse ao contrário eu também não iria gostar”.

- Você acha que Neymar pode perder seu rendimento?

 “Não. Justamente por esses aspectos. São equipes de alto nível que trabalham com exigência alta e associada com o lado pessoal. Esses aspectos de alguma forma são conciliados e fazemos as coisas de forma feliz, quando as coisas feitas com felicidade tende a fazer as coisas com uma beleza maior e excelência maior”.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757