Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Futebol Portenho
estadio centenario futebol portenho
Após quatro meses de ausência, o Brasil volta a campo em partida oficial nesta quinta-feira, às 20h de Brasília, no estádio Centenario, em Montevidéu, onde enfrentará o anfitrião Uruguai. O confronto é válido pela 13ª rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018, e os dois países mais vitoriosos da América Latina lideram a competição.

A Seleção, que desde a chegada de Tite vem em sequência de vitórias e tomou a primeira posição da Celeste, está empolgada para antecipar o quanto antes sua vaga no próximo Mundial. Objetivo não muito distante para o time de Óscar Tabárez, quatro pontos atrás, e que também em breve deve conquistar uma classificação mais tranquila em relação a outros anos.

No histórico Centenario, a expectativa é de casa cheia e até ontem mais de 40 mil ingressos foram vendidos para o estádio que tem capacidade para receber pouco mais de 60 mil pessoas. O local é temido pela força dos anfitriões, que não perdem desde 2010 diante de seus torcedores. Mas o Uruguai tem apenas uma vitória contra o Brasil em jogos oficiais.

Sem perder o pique

Seis partidas, seis vitórias. Esse é o desempenho da Seleção desde a mudança no comando técnico. Com o treinador Tite, além do aproveitamento de 100%, o time tem tido ótimo desempenho, voltando a jogar um bom futebol, tendo marcado 17 gols e sofrido apenas um - curiosamente um gol contra, de Marquinhos. Do sexto lugar para o topo das Eliminatórias, o Brasil espera manter o pique para se classificar o quanto antes para garantir seu lugar na Rússia em 2018.

Visando os próximos confrontos, o selecionado brasileiro tem sete pendurados, incluindo os titulares Dani Alves, Miranda, Paulinho e Renato Augusto, além dos convocados Filipe Luís, Fernandinho e Giuliano. Para esta quinta-feira, o único desfalque do time titular é o atacante Gabriel Jesus, que fraturou o osso do quinto metatarso há um mês, jogando pelo seu novo clube, o inglês Manchester City, com previsão de retorno em abril.

Sem mistério, o substituto da revelação brasileira está definido: Roberto Firmino, do também inglês Liverpool, já acostumado à função no seu clube, onde joga no centro do ataque do 4-3-3 de Jürgen Klopp, uma das referências para Tite, que joga de maneira parecida. No treino da terça-feira a formação já ficou clara, com trabalhos técnico, tático e de bola parada. Alisson segue no gol, acompanhado de Dani Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo na defesa. Casemiro segue Paulinho e Renato Augusto no centro do campo, enquanto Philippe Coutinho e Neymar são os pontas, além de Firmino no ataque.

Vingança charrua

Antes de Tite, o Uruguai era o líder das Eliminatórias sul-americanas, mas desde a estreia do ex-treinador do Corinthians o time de Óscar Tabárez sofreu duas derrotas, para a Argentina, em setembro, e Chile, em novembro. De qualquer forma, foi no empate contra a Colômbia, em outubro, que a Celeste perdeu o primeiro posto. Agora quatro pontos atrás, os anfitriões terão a chance de se vingar, ainda que permaneçam atrás na classificação.

Desfalcado de dois jogadores importantes, o goleiro Fernando Muslera e o atacante Luis Suárez, ambos suspensos, além do lateral-esquerdo Álvaro Pereira, lesionado, o Uruguai precisa ter cuidado com os pendurados José María Giménez, Jorge Fucile, Egidio Arévalo Ríos, Álvaro González, Mathías Corujo, Nicolás Lodeiro e Diego Rolán. Desses, apenas o veterano Arévalo treinou entre os titulares.

Cristian Rodríguez, que sofreu lesão pelo Peñarol no último final de semana, teve treinamentos leves na segunda e terça-feira, mas participou normalmente da atividade em que Tabárez posicionou a formação para esta quinta. O vascaíno Martín Silva entrou no gol, enquanto a defesa teve Maxi Pereira, Coates, Godín e Gastón Silva. No meio-campo, Sánchez, Vecino, Arévalo e Cristian Rodríguez, além de Rolán e Cavani no ataque.

Retrospecto

Este será o oitavo confronto entre Uruguai e Brasil nas Eliminatórias sul-americanas para Copa do Mundo, considerando as partidas dos uruguaios como mandantes, e a Seleção tem vantagem com três vitórias, enquanto a Celeste venceu apenas uma, além de três empates.

Na 5ª rodada, os times se enfrentaram em Recife há um ano, dia 25 de março de 2016, e empataram em 2 a 2. Os anfitriões abriram 2 a 0 em 25 minutos com Douglas Costa e Renato Augusto, mas levaram o empate no início do segundo tempo com gols de Edinson Cavani e Luis Suárez para os visitantes.

Ficha Técnica

Uruguai x Brasil
Data: 23 de março de 2017
Horário: 20h de Brasília
Local: estádio Centenario, em Montevidéu, Uruguai
Árbitro: Patricio Loustau (Argentina)
Assistentes: Diego Bonfa e Gustavo Rossi (Argentina)

URUGUAI: Martín Silva; Maxi Pereira, Coates, Godín e Gastón Silva; Sánchez, Vecino, Arévalo Ríos e Cristian Rodríguez; Rolán e Cavani
Treinador: Óscar Tabárez

BRASIL: Alisson; Dani Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro; Philippe Coutinho, Paulinho, Renato Augusto e Neymar; Roberto Firmino
Treinador: Tite

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757