Foto: Wikimedia
centenario uruguai wikimedia
É impossível não associar o futebol uruguaio ao histórico estádio Centenario, na capital Montevidéu. Casa da seleção nacional desde 1930, foi construído para a Copa do Mundo do mesmo ano, homenageando o centenário da primeira constituição do país, inaugurado na mesma data, 18 de julho. Como não poderia deixar de ser, abrigou as maiores conquistas do esporte no país.

Atualmente com capacidade para mais de 60 mil pessoas, já tendo recebido quase 80 mil no único Mundial que sediou, onde dez partidas foram realizadas, o Centenario tem uma estrutura velha, mas marcante, sendo considerado um patrimônio cultural da humanidade, além de ter sido considerado pela Fifa nos anos 80 como único monumento histórico do futebol mundial.

No estádio, a seleção uruguaia, além da Copa do Mundo de 1930, também conquistou quatro títulos da Copa América, em 1942, 1956, 1967 e 1995. Nos jogos mais relevantes e decisivos, também já recebeu partidas históricas dos grandes clubes do país, Peñarol e Nacional. O primeiro, inclusive, sediou muitos jogos no local enquanto construía o moderno estádio Campeón del Siglo.

De propriedade do departamento de Montevidéu, é administrado pela Associação Uruguaia de Futebol (AUF), e abriga um museu com a história não apenas do estádio, mas do futebol, com imagens, bandeiras e troféus contando a trajetória do esporte no Uruguai e no mundo.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757