Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail


Foto: Divulgação
taca
Na noite desta quinta-feira (21), o River Plate conseguiu fazer história na Copa Libertadores da América. O time argentino havia perdido por 3 a 0 para o Jorge Wilstermann no primeiro jogo, fora de casa. E na partida da volta, jogando no Monumental de Núñes, aplicou 8 a 0 no adversário e garantiu sua vaga na semifinal do campeonato. Cinco gols foram marcados pelo mesmo jogador: Scocco, ex-Internacional. Enzo Pérez e Fernández marcaram os outros tentos.

E jogando nesga quarta-feira (20), somente um brasileiro seguiu sonhando com o título da Libertadores: o Grêmio. Já Botafogo e Santos foram eliminados. Na partida entre brasileiros da competição mais importante da América do Sul, melhor para os gaúchos. Grêmio e Botafogo protagonizaram um jogão apesar do placar magro. Com um fraco 0 a 0 na primeira partida, no Rio de Janeiro,a equipe de Jair Ventura tentou e foi valente até o final do jogo, mas em lance capital o paraguaio, Lucas Barrios, definiu a partida e o selo de semifinalista a equipe tricolor.

No outro jogo da noite, decepção para os alvinegros paulistas. Após empate heroico no Equador diante do Barcelona de Guayaquil, o Santos jogou com o regulamento debaixo do braço: 0 a 0 classificava a equipe da Vila. Porém eles não esperavam o gol do centroavante Jonatan Álvez. Precisando empatar para ir para os pênaltis, a equipe de Levir atacou sem objetivo e viu, mais uma vez, seu sonho do tetra morrer nas quartas. Bruno Henrique, ex-Goiás, ainda foi expulso por cuspir em um jogador adversário. Barcelona teve dois jogadores a menos também.

Os confrontos da semifinal ficaram assim:

River Plate x Lanús

Barcelona de Guayaquil x Grêmio

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757