Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

tulio lustosa Pensando em 2018, a primeira novidade do Goiás foi a contratação de Túlio Lustosa como gestor de futebol do clube. Túlio foi revelado pelo Goiás e sua última passagem pelo clube foi em 2010. Nesta terça-feira (05) o diretor de futebol foi no programa Debates Esportivos da Rádio 730. Túlio comenta sobre as novas contratações do clube esmeraldino e como está se preparando para o cargo.

Confira a entrevista completa;         

Como você vê o ano de 2017 para Goiás?

- Acho que realmente os últimos anos não foram bons, mas o Goiás ainda é um clube muito privilegiado e respeitado em todo Brasil. Nós não podemos deixar que o Goiás fique mais um ano na série B, 2018 tem que ser o último ano do Goiás na segunda divisão. Temos que fazer um time que possa terminar em alta e indo para a série A, esse é o nosso principal objetivo”

Thomas e Renato já estão acertado com o Goiás?

- Já está encaminhando. Está apalavrado. O jogador pode estar apalavrado, mas não está assinado o pré- contrato. Temos que ter cautela, mas pode melar qualquer. Pode vir da cabeça do atleta não querer assinar e não poderemos fazer nada. Só estou falando o nome dele porque todos já sabem que não é mais especulação. Realmente aconteceu a procura e der tudo certo até sexta-feira estará tudo acertado.

Você procurou o Wellington Paulista?

- Liguei para o Wellington ontem e conversamos. Ele tem contrato terminando agora no final do ano, mas ainda tem vínculo com o Fluminense que pagava parte dos salários. Agora a prioridade dita por ele é de renovar com a Chapecoense por todo o contato que fizemos. Ainda não está acertado, pois o campeonato terminou agora e a Chapecoense ainda não sabe como será a próxima temporada. Para eles foi muito produtiva porque conquistou a pré-libertadores e tem chance de ter um ano muito bom. Então, a prioridade é ficar na Chapecoense, porém, ainda não acertou nada. A Chapecoense tem um teto salarial, que não sei de quanto é e nem se o Goiás alcançaria isso, mas temos um planejamento bem feito no Goiás para 2018. Nós gostaríamos que ele fizesse parte desse planejamento.  

A equipe está sendo montada por você?

- Todas as contratações eu converso com todos. Busco muitas informações sobre os atletas. Tive oportunidade de contar coma comissão técnica, o presidente Marcelo Almeida e o Mauro Machado. Converso muito com Harlei. Ele nessa função por dois anos e sabe mais de bastidores do que eu. O intermediário é importante no futebol e não tem jeito.

Você está preparado?

- Eu me auto dominar preparado eu não vou dizer nunca. O que eu já vivi no futebol me capacita para viver uma situação como essa. Mas importante do que isso é administrar tudo isso depois. Criar um ambiente favorável para que tudo isso aconteça. Uma palavra muito usada no futebol é liderança. Queremos jogadores que tenha liderança. Muitos são líderes dentro de grupo, mas não estão na imprensa. Na hora que a bola rola é fundamental.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757