Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Rosiron Rodrigues / GEC
helio.rosironrodrigues
O Goiás encara o Luverdense neste sábado (21), às 21 horas. A única partida entre as equipes jogando em Lucas do Rio Verde foi melhor para os donos da casa que venceram por 1 a 0. O técnico Hélio dos Anjos que deve repetir a mesma escalação das últimas rodadas falou sobre o que mudar para voltar com os três pontos para Goiânia.

"Eu os reconheço. Eu tive a oportunidade de enfrenta-los quatro vezes. É sempre muito difícil, um time que impõe uma condição de jogo diferente totalmente do que eles fazem fora de casa. Estão com alguns problemas naturalmente, assim como nós estamos. É um jogo decisivo em todos os sentidos. Todos serão e todos foram agora para nós. Nós mudamos um pouco a logística de viagem para amenizar um pouco uma reclamação geral de todas as equipes que é você chegarem a Lucas do Rio Verde. Mas o que mais me preocupa é o adversário", afirmou.

Com a chegada do treinador Hélio dos Anjos, em suas primeiras partidas ele mostrou uma preocupação defensiva, já que a equipe tinha uma das defesas mais vazadas da Série B. Agora o Goiás não sabe o que é tomar gol há quatro partidas, já o ataque vem deixando a desejar, já que os titulares não fizeram gol no jogo passado e pouco finalizaram no clássico diante do Vila Nova.

"Não é questão de você não estar satisfeito e vai logo para a mudança. Acho que o treinador tem que procurar evolução porque o futebol é um esporte coletivo. Você tem que procurar a evolução nos treinamentos, repetir a escalação. Agora um time de futebol não pode mudar completamente. Eu não vou mudar mais duas peças no setor do ataque de forma alguma. Eu tenho uma pequena observação para fazer em relação ao setor ofensivo, mas vou esperar primeiramente os testes físicos e depois disso irei direcionar o meu trabalho", destacou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757