Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

img 1419O Goiás volta a campo pela Série B nesta sexta-feira (6) quando enfrentará o vice-lanterna da competição, o Náutico. Após a vitória diante do ABC, a equipe voltou a sair da zona do rebaixamento após os resultados dos adversários forem todos a favor do clube esmeraldino.

Com o jogo no estádio Serra Dourada, a diretoria espera novamente levar um bom público como foi diante do Paysandu, com mais de 11 mil torcedores. Os ingressos custarão R$ 10 na arquibancada e R$ 20 nas cadeiras, com meia-entrada em qualquer setor para quem apostar no Goiás na “Timemania”. A venda antecipada começa nesta terça-feira. Atual presidente do Goiás, Marcelo Almeida falou sobre.

“Promoção mantida. Nós estamos com essa meta de levar todos os torcedores para os próximos jogos do Goiás. Entendendo que cada jogo será uma guerra. Um jogo será diferente do outro, mas todos serão uma guerra. E sinceramente, nesse exército que vai guerrear, contamos muito com a presença de um guerreiro muito importante chamado torcedor”

Após o jogo contra o Náutico, o Goiás joga o clássico diante do Vila Nova no próximo sábado (14). O jogo que poderá ter torcida única somente do lado colorado, foi também assunto da entrevista de André Rodrigues com o presidente esmeraldino.

“Veja bem André. Nós fomos convocados na última sexta-feira, para uma audiência pública onde o juiz em questão que está julgando a liminar do clássico Goiás e Vila. Se será de duas torcidas ou se será de uma torcida só, ou se será sem torcida”

O presidente contou como foi a reunião para saber sobre o clássico:

“Contando com a presença do senhor juiz, do Ministério Público, da Polícia Militar, da Federação Goiana de Futebol e também de pessoas ligadas aos clubes do Goiás e Vila Nova. Foi anunciado o debate e o juiz Élcio, ele colocou em pauta exatamente a questão segurança. Colocou que gostaria de ouvir todas as partes envolvidas nesse processo. A Polícia Militar entende que de fato é um clássico muito perigoso no olhar dela. E diante desse perigo e rivalidade, eles expuseram com bastante receio do que poderia acontecer nesse clássico, mesmo contanto com um número expressivo de policiais. Dessa forma a polícia militar entendeu que não estava preparada para aquele momento para promover a segurança para o jogo do Goiás e Vila”

Confira os outros tópicos da entrevista com Marcelo Almeida:

Momento do Goiás na Série B

- Nunca tive dúvidas depois que trouxemos o Hélio, que nós teríamos jogos muito difíceis. E esses jogos teriam que ser encarados como batalhas. Não tem sido diferente, nós tivemos um jogo com vitória do Paysandu. Nós fomos para o jogo do Boa e fiquei chateado com o resultado negativo. Felizmente demos a volta por cima e ganhamos do ABC.

Sequência de jogos no Serra Dourada

- Sou uma pessoa extremamente otimista. Estou contando sem modéstia nenhuma, com nove pontos. Estou prevendo três vitórias.

Clássico Goiás x Vila

- Sei que o Vila está lá em cima, mas quando se trata de um clássico e se formos ver o histórico, o Goiás sempre levou a melhor. E estou contando que em cima desse clássico levaremos a melhor novamente.

Projetos para 2018

- Já estou fazendo algumas movimentações, mas confesso que são movimentações muito a quem daquelas que eu gostaria de colocar em prática. Disse para todos que quando assumi o Goiás, estava numa posição extremamente desconfortável e ainda se encontra nessa posição. E disse que ia colocar em prática alguns dos meus projetos quando me sentisse confortável, ou seja, quando me sentisse distante da zona do desconforto. Infelizmente estou agindo apenas em pequenas mudanças. Como sou muito confiança, estas mudanças estão prestes a acontecer.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757