Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Rosiron Rodrigues / GEC
helio.rosironrodrigues
Foi sofrido, mas o Goiás conseguiu somar três pontos em Natal. Diante do ABC, no Frasqueirão, o time esmeraldino venceu o lanterna do campeonato por 1 a 0 e dorme fora da zona de rebaixamento. Entretanto, caso Santa Cruz e/ou Luverdense vençam até o fim da rodada, o Verdão retonar ao Z-4.

Apesar desta situação, o importante são os três pontos somados fora de casa (já que havia perdido em Varginha para o Boa Esporte por 2 a 0), e que ajudam o Goiás a seguir firme na luta para fugir da Série C do Brasileiro. O técnico Hélio dos Anjos acredita que, apesar da vitória, o caminho ainda é longo para o Verdão comemorar.

“Acredito que teremos ainda mais oito rodadas sofrendo, buscando. Recuperar dentro de uma competição como esta é difícil. Conheço o Goiás, já trabalhei quase 400 jogos aqui, sexta vez que estou voltando, é um clube do meu coração e temos que fazer de tudo porque a estrutura e a condição que o Goiás tem não pode passar por isso. Mas é a nossa realidade e vamos em busca do melhor”, afirmou.

O Goiás terá agora três jogos, na sequência, no Serra Dourada. Na próxima sexta-feira (06), recebe o Náutico; no dia 14 realiza o clássico com o Vila Nova, que pode ser com torcida única (no caso a colorada, já que o Tigre é o mandante) e na 30ª rodada recebe o Juventude. Apesar desta sequência em casa e que resulta em mais tempo para treinar, Hélio dos Anjos afirma não pensar lá na frente.

“Nós trabalhamos jogo a jogo, por isso acredito que só daqui oito rodadas vamos estar respirando. Hoje, a realidade do Goiás é se manter (na Série B). O planejamento do Goiás e até mesmo a minha permanência, em contrato, é de renovar comigo automaticamente se nos mantivermos na segunda divisão. E vamos nos manter, vamos chegar e teremos um Goiás infinitamente mais forte na próxima temporada”, destacou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757