Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail


helio dos anjosE como trouxemos na manhã deste sábado (16), através do repórter André Rodrigues, o Goiás demitiu Sílvio Criciúma e contratou Hélio dos Anjos, de 59 anos. O treinador já está em Goiânia e se reuniu na tarde deste sábado com o presidente Marcelo Almeida. Em entrevista exclusiva para a Rádio 730, o novo treinador fala sobre seu objetivo na equipe esmeraldina.  

Confira entrevista exclusiva:  

Como você vê sua volta ao Goiás?  

- Estou voltando a minha segunda terra que é Goiânia. Estou retornando extremamente preocupado e ligado ao problema que temos agora.  

Como que entraram em contato com você para o seu retorno? 

- Consequentemente esses dias estava em Uberlândia e estava em um processo de recuperação de duas cirurgias. Nessa madrugada o presidente Marcelo Almeida entrou em contato comigo e conversou sobre essa situação. Eu entendi o que ele comentou comigo, mas também coloquei para ele que eu não ia resolver nada nesse momento por telefone. Preferia estar pessoalmente com ele Encontrei com ele e a partir de agora vou encontrar com os companheiros de direção. Tudo foi resolvido aqui quando cheguei.  

Você chega com contrato até quando?  

- Chego com o contrato de acordo com o objetivo. Não vou fazer um contrato com o Goiás e queira que o clube não alcance o objetivo. A duração do meu contrato, por iniciativa minha, depende de alcançar o objetivo. Se alcançar no dia 30 de novembro meu contrato continua correndo. Caso não alcance o objetivo encerra o meu contrato. Foi uma posição minha, já entrei para a negociação dessa forma.  

Qual seria os outros profissionais da comissão técnica?  

- Nós ainda estamos discutindo isso. O clube me conhece bem e está me deixando a vontade em certas coisas. Estou indo para uma reunião com o doutor Mauro e outros integrantes para estudar direito. É um momento que tem que ter equilíbrio e exclusivamente pensar no momento, que é muito sério. É o momento mais sério que eu cheguei no Goiás até hoje, mas não tem como negar alguma coisa para o Goiás. Principalmente a mais uma oportunidade que estou tendo.  - 

Hélio o que você conhece sobre esse elenco?  

- Na Arábia eu via tudo do Goiás e do futebol de Goiás. Eu posso dizer que eu conheço o Goiás. Depois que cheguei no Brasil tive a oportunidade de ver vários jogos. Nós temos que ter uma atenção muito grande, onde temos que dar um choque no clube. Não pode ser da forma que está acontecendo.  

O problema é muito grande?  

- Eu vejo como um problema grande, mas pode ter certeza que a luta será muito grande. Todos tem que querer da mesma forma, para que tenha o melhor para o Goiás. É natural que o Goiás não merece passar por isso, por tudo que é em termo de futebol brasileiro. É uma responsabilidade muito grande, mas o Goiás merece qualquer esforço. Quem vai criar o sonho sou eu.  

Silvio Criciúma permanece na comissão técnica?  

- Ele é de total confiança minha. Encontrei com o Silvio, ele jantou comigo e com a minha família. É uma pessoa que eu tenho total confiança e é uma pessoa que vai me ajudar muito. Independente de qualquer coisa é uma pessoa que tem condições de me ajudar muito.  

Terá alguma dispensa de jogadores?  

- Sem qualquer contato com o clube não tem como eu falar sobre isso. Eu não quero clima de terror na minha chegada. Eu quero criar um clima de trabalho e responsabilidade. Não vou criar clima de terror sendo que o terror maior quem está passando é o torcedor. Esse torcedor merece o nosso respeito. Temos que tirar essa situação aterrorizante da torcida.  

Você garante para o torcedor que o Goiás não cai para a Série C?  

- Eu garanto. Pode ter certeza disso. A torcida do Goiás sabe quem vai comandar o time a partir de agora.  

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757