Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Assessoria GEC
argel fucks goias comu
O Goiás empatou com o Américo-MG, por 1 a1, no Estádio Olímpico. A equipe esmeraldina soube segurar o resultado nos minutos finais mesmo estando com um a menos, já que Bolt foi expulso aos 2 minutos do segundo tempo. O Coelho pressionou durante toda partida levando riscos a área de Marcelo Rangel. Com a ajuda do travessão, o alviverde conseguiu o empate e se manter na 15ª colocação. 

O esmeraldino chega a quatro rodadas sem vencer. Argel Fucks está no comando do alviverde a seis rodadas e vencendo duas. Em seu comando, alguns jogadores não estão entrando como titular. Argel comenta o por quê dessas substituições 

"Quando eu cheguei no Goiás a equipe estava com três derrotas seguidas. Se estivesse muito bem não teria trocado o treinador. Temos dado oportunidade a alguns jogadores. Não concordo que esses jogador viviam uma boa fase. Até por que quando cheguei aqui o time estava muito perto da zona de rebaixamento e com três derrotas seguidas. É um campeonato duro e difícil, mas damos oportunidade a todos os jogadores", comenta.

No decorrer do jogo o comandante fez algumas alterações. Para  o início da segunda etapa Léo Sena entrou na partida. Logo aos dois minutos Bolt foi expulso fazendo com que Argel achasse soluções para a equipe. No lugar do atacante Andrezinho entrou o volante Ramires. A última alteração foi o atacante Gustavo para a entrada do também atacante Aylon. O comandante  comenta sobre as alterações.

"Se eu colocasse um outro meia nós teríamos perdido o jogo. O Bolt não estava bem no jogo e nem o Willians. Os dois não estavam bem. Nós acabamos escolhendo um para sair, mas não imaginávamos que o Bolt iria ser expulso da maneira que foi. Foi em um lance controlado que faz parte do jogo. Quando tiramos o Andrezinho foi pelo fato dele não ser nenhum garoto e já estávamos jogando com Léo Sena como volante", finaliza.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757