Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail


Foto: Divulgação
pedro bambu.divulgacaojpg
Campeão pelo Atlético Goianiense no ano passado, o volante Pedro Bambu vive uma nova fase da sua carreira, dessa vez vestindo as cores do rival Goiás. Ao contrário de 2016, quando estava no rubro negro, o volante vem sofrendo com uma série de derrotas na equipe esmeraldina.

Reserva na equipe na última partida diante da derrota para o Oeste por 2 a 0, o volante falou sobre a situação do Goiás na competição, que acabou ficando na 14ª colocação nesse primeiro turno.

“Quando a gente conseguir jogar em conjunto, com todo mundo bem, com todo mundo se dedicando, a gente vai conseguir reverter essa situação. Sabemos que não vai ser fácil, mas a gente espera de jogo a jogo, partida a partida, melhorar cada vez mais para conseguirmos as vitórias. Então dedicando nos treinamentos, ajudando uns aos outros, tenho certeza que a gente vai conseguir revirar o turno, conseguir nossas vitórias e chegar mais pra perto do G4”, afirmou.

Recentemente, o Goiás afastou sete jogadores do elenco principal e com isso gerou polêmicas sobre uma divisão de grupos criada no elenco. Bambu respondeu sobre ficar triste com a situação, mas deixa o assunto para a diretoria resolver.

O treinador Argel vem fazendo um rodízio no Goiás, sempre dando oportunidade aos jogadores pouco aproveitados, somente o goleiro Marcelo Rangel de titular absoluto. Perguntado à Bambu sobre esse estilo do comandante por não ter um time ideal, ele respondeu.

“Temos que ver isso nos treinamentos. A gente tem que procurar trabalhar, principalmente no decorrer das partidas. Vamos depender do professor em optar quem vai jogar, quem não vai. Mas no grupo, não só o time titular como o time reserva tem que treinar do mesmo jeito. Porque caso ele precise de algum jogador, ele já sabe o que fazer. Então a gente espera que possa agora dar sequência com o trabalho dele, que ele vem impondo o ritmo dele. Isso que esperamos e possamos entrar na linha de trabalho que ele quer, e possamos conseguir o mais importante, as vitórias”, destacou.

Um dos destaques do título do Atlético no ano passado, Bambu chamou a atenção do Goiás, fazendo com que o clube o contratasse. Ele sabe que ao contrário de 2016, não só ele, mas o time todo está devendo pela campanha que vem fazendo.

“Tenho certeza que não só eu penso isso, mas o nosso grupo todo, sabemos que estamos devendo, principalmente pela posição que estamos. A gente espera que possamos reverter esse quadro e tenho certeza que vou continuar trabalhando. Vou buscar melhorar em prol do Goiás e ajudar o clube a conseguir o acesso”, frizou.

Em entrevista à rádio 730, o presidente do Goiás, Sérgio Rassi usou a expressão “filhinhos de papai” para se referir aos atletas do Goiás e disse que já falou isso internamente. Bambu evitou causar mais polêmica, mas disse que o elenco vai mostrar a resposta dentro de campo para que no segundo turno “ele possa dar outra entrevista, e falar diferente do que ele falou”.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757