Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

(Foto: Arthur Magalhães / Portal 730)
whatsapp image 2017 07 27 at 02.54.42
Após a vitória em cima do Ceará, por 1 a 0 na última sexta-feira, o Goiás se afastou da zona de rebaixamento. Além da vitória, a partida contou com a volta de Léo Gamalho a titularidade na equipe. Nesta quarta-feira (26), o atacante participou de entrevista coletiva e comentou sua situação no clube. No início da entrevista, Gamalho foi surpreendido pelos seus filhos que fizeram companhia ao atacante até o final. 

O último confronto marcou a estreia de Argel Fucks no comando esmeraldino. O técnico chegou ao elenco há uma semana e conseguiu sua primeira vitória à frente da equipe. "Ele falou que estava chegando agora e que precisamos dar a volta por cima. Não importa a forma que vamos conseguir isso, mas precisávamos conseguir isso. No jogo contra o Ceará estávamos perto da zona de rebaixamento e precisávamos sair dessa situação. Nós conseguimos dar um reerguida, mas é claro que não estamos em uma situação muito favorável na tabela. A vitória nos deu anima e ficamos mais otimistas. Conseguimos fazer um jogo que colocamos tudo o que o treinador havia nos pedido", ressalta. 

Léo Gamalho já está há algum tempo sem marcar gols com a camisa esmeraldina. A última vez que o atacante balançou as redes foi em abril, contra o Fluminense, pela Copa do Brasil. Na Série B o atacante entrou poucas vezes em campo pelo fato se lesionado. 

"Eu tive uma lesão no pé e desde então só fiz um gol, que foi contra o Fluminense. Neste tempo que voltei a jogar, eu não voltei cem por cento, senti dor e desconforto. Tinha dificuldade quando alguém pisava no meu pé e depois não conseguia chutar. Mas como estava dentro de campo isso acabava me prejudicando, por que como estava dentro de campo era cobrado da mesma maneira. Esse tempo agora que fiquei fora até foi bom, por que agora já me sinto bem", diz. 

O próximo confronto do esmeraldino será contra o CRB neste sábado, no Estádio Serra Dourada, às 16h30. A equipe alagoana ocupa a 6ª colocação, com 25 pontos. Para o confronto o Goiás não contará coma sua torcida, por estar cumprindo punição após brigas de torcedores na partida contra o Vila Nova.

"Sem a torcida é uma ausência muito grande. Quando jogamos no Serra Dourada, temos a torcida nos dando impulso para continuar a partida. Agora que não termos a torcida, nossos torcedores terão que ser os jogadores que estarão no banco. E nós vamos estar dentro de campo para não fazer o jogo perder o clima", finaliza.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757