Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
si
O Goiás perdeu para o Criciúma nesta sexta-feira (14), por 1 a 0, no Estádio Heriberto Hülse. A equipe goiana chega a duas derrotas consecutivas na competição. Com isso, o alviverde ocupa a 12ª colocação com 17 pontos, ficando mais distante do G-4. O tabu de não vencer o Criciúma fora de casa não conseguiu ser quebrado. Após a partida, o técnico Silvio Criciúma relacionou a derrota com a última partida.  

" A derrota foi parecida com a do Guarani. Começamos bem a partida, conduzimos bem o primeiros tempo com chance de abrir o placar. O Criciúma assumiu superioridade no final do primeiro tempo, com duas bolas na trave, mas tomamos um gol aos nove minutos do segundo tempo. Logo depois tivemos duas oportunidades de contra-ataque, uma com o Elyeser, que não encaixou o passe para Carlos Eduardo. Depois do gol a equipe continuou jogando normal, com algumas substituições auxiliando mais a equipe. Nós tivemos mais chances de fazer gols do que o Criciúma, mas eles se defenderam após terem marcado", comenta.  

Nesta semana o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva decidiu a punição para Goiás e Vila Nova referente as brigas entre as torcidas, que aconteceu no último dia 24 de junho. Com a nova decisão, o Goiás jogará cinco rodadas com portões fechados.  

"O Goiás é muito forte com a sua torcida. Agora já não dá mais para lamentar, por que já foi decidido. O fato de ter perdido dois jogos nos abriga a vencer o próximo dentro de casa para retomarmos a confiança. Teremos que buscar alternativas. Os atletas fizeram o melhor dentro de campo, mas a situações não é favorável. No futebol as vezes jogamos mal e vencemos, mas as vezes jogamos bem e perdemos. É um peso grande o fato de termos perdido duas vezes consecutivas, pois com essa sequencia ruim nos afastamos do G-4. Tem muitos times nessa situação. Não há nenhuma equipe destoando na competição", ressalta Silvio Criciúma 

O Goiás volta a campo na próxima terça-feira (18) contra o Londrina, no Estádio Serra Dourada. A equipe goiana buscará a vitória para se aproximar do G-4.

"O Goiás tem muita força neste grupo. Temos qualidades, mas precisamos de resultados. Nós já enfrentamos o Luverdense nessa condição de ter que vencer. Não é somente o Goiás que fazem  jogos dessa maneira, mas outras equipes também. Nós vamos ter que montar um sequência de vitória na competição", finaliza. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757