Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Assessoria GEC
gustavo.assessoriagec
O centroavante Gustavo Henrique, de 23 anos, foi apresentado na manhã desta segunda-feira (10) pelo Goiás. O jogador chega emprestado pelo Corinthians com vínculo até o final do ano com o time esmeraldino. Gustavo já está à disposição do técnico Sílvio Criciúma para a partida contra o Guarani, fora de casa, nesta terça-feira. Mesmo sabendo que iniciará a partida no banco, o jogador fez uma análise do duelo e destacou que já está por dentro do objetivo da equipe. 

"Será um jogo difícil porque sabem jogar dentro de casa, a torcida incentiva e não desistem em momento algum, mas espero que possamos fazer uma grande partida. O objetivo é subir. Desde que cheguei aqui fui muito bem recebido, e torcedor pode esperar muita garra e determinação para conseguirmos nosso objetivo, que é o acesso à Série A", afirmou. 

Gustavo tem pela frente um grande desafio: conquistar a titularidade no ataque esmeraldino, que será disputada com Michael, Carlos Eduardo, Ayon e Léo Gamalho. O atacante viveu seu melhor momento jogando pelo Criciúma, quando chegou a marca de 18 gols pela equipe e ganhou o rótulo de "Gustagol".  O atleta comentou a situação e deixou para a torcida decidir se ele seguirá ou não com o apelido 

"Quem tem a ganhar é o Goiás. Estou aqui para ajudar da melhor forma possível. Venho trabalhando forte. Ganhei esse rótulo no Criciúma, quero ser chamado de Gustavo e fazer um bom trabalho, deixo a torcida decidir depois se continuo ou não com o apelido", declarou. 

Apesar do bom desempenho no Criciúma, Gustavo  não conseguiu repetir o feito nos dois últimos clubes em que passou (Corinthians e Bahia), e explicou a situação. "Acho que no Corinthians eu fiquei muito tempo parado até a conclusão da contratação e cheguei abaixo dos meus companheiros. No Bahia, fiz seis gols, os minutos jogadores foram bons", finalizou. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757