Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Assessoria GEC
matheusferraz.assessoria min
O Goiás enfrenta o Luverdense na próxima sexta-feira (07), no estádio Olímpico, pela 12ª rodada do Brasileiro Série B. Por conta da punição decidida pelo STJD, o time esmeraldino não jogará no estádio Serra Dourada pelas próximas cinco rodadas e terá que sediar algumas partidas fora da capital, não contando com o apoio da torcida. O zagueiro Matheus Ferraz comentou sobre esta decisão para a equipe.

"É um ponto ruim. Por conta da questão da torcida. Podíamos ter nesse momento a torcida nos apoiando, mas infelizmente não vai estar. Só que não podemos colocar isso como obstáculo. Nós temos que tirar motivação do que queremos no campeonato, que é o acesso, e buscarmos isso, independente se está com torcida ou não", afirmou.

Após a derrota para o Juventude por 3 a 0 na última terça-feira, o Goiás cogitou a saída do treinador Silvio Criciúma. O que levou a uma possível negociação com Rogério Micale, que chegou a ser acertado através da intermediação de Edminho Pinheiro. Mas o presidente Sérgio Rassi se reuniu com os jogadores e resolveu atender ao pedido da maioria: dar mais uma chance ao atual comandante. Matheus Ferraz comentou sobre a decisão do presidente.

"Tomar decisão sozinho seria difícil, foi unanimidade que queríamos isso porque o Silvio é um cara que vem trabalhando. Ele alcançou uma oportunidade de tomar a frente da equipe do Goiás, começou bem, mas através dessas duas derrotas foi tudo em cima dele. Mas isso é culpa de todos, por isso que a gente se uniu para que juntos possamos ajudar ele e nos ajudarmos para alcançarmos o objetivo", ressaltou.

Na próxima rodada o Goiás terá pela frente o Luverdense. O time mato-grossense ocupa a penúltima colocação, com 12 pontos. Mas para o zagueiro isso não é motivo de subestimar a equipe visitante.

"Dentro do campeonato cada jogo tem uma história independente do adversário. Nós não podemos desprezar ninguém. Nós também não estamos no melhor momento. Eles podem vir para fazer uma bom jogo. Mas nós estamos buscando a melhora e juntos e unidos vamos conseguir isso", finalizou.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757