Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

silviocriciumagoiasGoiás e Vila Nova protagonizaram na tarde deste sábado (24), cenas fortes no estádio Serra Dourada. Seja pelo bom jogo com vitória do Vila Nova por 2 a 0, ou pela confusão na arquibancada do estádio Serra Dourada entre as torcidas. Após o término do jogo, torcedores que assistiram a partida começaram a se enfrentar, alguns ficaram feridos, e a Polícia Militar tentou acabar com a confusão jogando bombas de efeito moral.

Com a derrota, o Verdão caiu para o 7º lugar na tabela de classificação. E o técnico Silvio Criciúma disse que o campeonato ainda está no início e muitas coisas vão acontecer. “Todo jogo é decisivo independentemente do adversário. Tem muita coisa pra acontecer, muitas alternâncias na competição. Vamos procurar o rumo da vitória, da invencibilidade, levamos três gols nos últimos jogos, não fizemos gol hoje, diante de um fato negativo desse, temos que deixar pra trás e pensar no próximo jogo”, disse o técnico.

O treinador elogiou Marcelo Rangel que evitou que a derrota fosse ainda maior fazendo grandes defesas. “São humanos que procuram fazer seu melhor e não conseguiram fazer isso hoje. O Vila jogava uma sobra muito grande de 2 a 0, temos que destacar o Marcelo Rangel que mostrou o grande futebol que ele está apresentando no Goiás, ele fez grandes defesas”, ressaltou Criciúma.

Silvio Criciúma ressaltou que em alguns momentos o time esmeraldino esteve superior na partida e que a equipe precisa de ajustes. “Tivemos momentos de superioridade de toque de bola, criação de jogadas, pra fazer o gol que tiraria a confiança do Vila Nova. Eu como treinador esperava que a sequencia continuasse, eu confesso que a presença no G4 era falsa pro Goiás, você é quarto com 14 o decimo sétimo tem 11, não tem como. Precisamos ajustar a equipe, os erros contra o ABC foram corrigidos para o jogo contra o Náutico”, afirmou o treinador. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757