Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
silvio1.divulgacao
O Goiás perdeu para o ABC por 2 a 1, de virada, nesta sexta-feira, no Estádio Serra Dourada. Com a derrota, o Verdão se afastou ainda mais do G4 e caiu para a 8ª colocação com 11 pontos, mas pode perder mais três posições na tabela dependendo da combinação de resultados neste sábado. Em um jogo muito movimentado, o time esmeraldino não conseguiu aproveitar as boas chances que teve. Após a partida o técnico Sílvio Criciúma comentou sobre a derrota e a questão de contratações. 

"Não é porque ganhou que está tudo bem e nem é porque perdeu que está tudo ruim. O Goiás precisa de reforços pontuais, esse grupo tem poderio, tem força, já mostramos isso com três vitórias e já vamos muito fortes para o jogo do Náutico. Essa questão de contratação está sendo administrada com cautela", afirmou.  

O treinador lamentou a derrota para o ABC, que segundo ele, poderia ter sido evitada, já que foi um duelo muito equilibrado onde o Goiás conseguiu criar boas jogadas. 

"Foi uma derrota que poderia ter sido evitada. Tivemos chances de fazer 2 a 1 tanto no primeiro quanto no segundo tempo e com isso poderíamos ter construído uma vantagem. Não tivemos um bom comportamento para evitar a virada, e depois que aconteceu o jogo continuou equilibrado, não recuamos. Depois da virada tivemos uma grande chance com Carlos Eduardo. O jogo foi muito bom tecnicamente, perdemos um jogo que tivemos boas condições de vencer. A Série B é muito nivelada, sabia da dificuldade do jogo. Tivemos condições de conseguir a vitória, mas ela escapou. Faltou segurança defensiva", declarou. 

As alterações de Criciúma na partida foram contestadas por parte da torcida presente no Serra Dourada na noite desta sexta-feira (16). Tiago Luís era um dos melhores jogadores em campo, mas aos 16 minutos do segundo tempo, o comandante esmeraldino tirou o camisa 11 e colocou em seu lugar Jean Carlos. Criciúma aproveitou para explicar o motivo da alteração. 

"Tirar o Tiago Luís foi uma opção minha, estávamos em uma sequência forte de jogos, todas as equipes estão, mas cada treinador administra de uma forma. O Tiago estava bem no jogo, mas optei pela modificação de colocar o Jean Carlos no lugar dele para que mantivéssemos o posicionamento ofensivo. Os dois são atletas com bom potencial de chute e de passe", finalizou. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757