Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

sergio soaresO Goiás não conseguiu vencer o Brasil de Pelotas na noite desta sexta-feira (26), no estádio Serra Dourada em Goiânia. A partida teve início, e com 4 minutos de bola rolando, já estava empatada em 1 a 1. Depois disso, Léo Gamalho perdeu pênalti e duas expulsões ainda aconteceram no jogo. O técnico do Verdão, Sérgio Soares, assumiu o time na primeira rodada do Brasileirão, mas ainda não conseguiu emplacar o time que em quatro rodadas, conquistou apenas dois pontos.

Sérgio falou sobre as mudanças que foi obrigado a fazer no jogo durante o segundo tempo. Em uma delas, Sérgio colocou o volante Elyeser no lugar do atacante Tiago Luís para consertar a expulsão de Jean Carlos. “A expulsão atrapalhou, nós tínhamos tirado o Willians, coloquei mais um jogador de velocidade para jogar pelos lados, essa era uma ideia para rodar essa bola, com a expulsão tivemos que trazer o Tiago mais e ele passou a ter dificuldade, por isso a entrada do Elyeser. A ansiedade atrapalhou na segunda etapa”, disse o treinador.

O treinador também falou das mudanças que precisam ser feitas para que a equipe melhore. “Precisamos ser mais competitivos, com ou sem a bola, nós precisamos trabalhar com ela mais no chão, e isso demanda tempo e treinamento. Essa semana fizemos algumas coisas, precisamos melhorar na ação ofensiva, não só com o Carlos, a gente usa muito a velocidade dele, mas precisamos melhorar. Esses 10 dias vão servir pra trabalharmos a bola, a rotação e ser um time competitivo com ou sem a bola”, concluiu Sérgio Soares.

Sérgio comentou também sobre as dificuldades encontradas pelo Goiás no jogo contra o Brasil de Pelotas. “O Brasil se fechou, a gente tentou rodar a bola, o Rogério deixou três homens de velocidade e eles saiam causando dificuldade pra nós. Tínhamos que trabalhar a bola no chão, mas nós não conseguimos”, disse o técnico.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757