Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Rosiron Rodrigues / GEC
thalles gec
Ele abriu o placar diante do Itumbiara com um golaço e foi eleito pela Rádio 730 como a Fera da Partida no empate deste domingo (9), no Estádio JK. Local esse que traz boas lembranças à jóia esmeraldina. Foi no Gigante da Fronteira que Thalles foi eleito outras duas vezes o melhor em campo, nas partidas contra Londrina e Brasil de Pelotas no Campeonato Brasileiro do ano passado.

“Os dois jogos da Série B que eu joguei aqui, eu também fui eleito. Então tenho que continuar trabalhando forte para quando eu tiver outras oportunidades, aproveitar de novo”, revela o meia.

O Goiás chegou a abrir 2 a 0 no placar e foi para o intervalo com a vantagem, mas na etapa final acabou cedendo o empate para o Itumbiara. “A gente vem sempre buscando a vitórias, mas no segundo tempo nós infelizmente deixamos muito a desejar”, afirma Thalles.

Com os resultados da última rodada da primeira fase, os confrontos das semifinais foram definidos: Aparecidense x Vila Nova, Goiás x Atlético. O atleta espera um jogo bem mais difícil à partir desta fase e alerta que a atuação deste domingo (9) não pode se repetir diante do rubro-negro. “Agora é um clássico. Nossa equipe tem que trabalhar muito forte porque nós não podemos deixar acontecer o que aconteceu aqui em Itumbiara hoje. Vamos ter jogar com muita raça e determinação no Serra para sairmos com a vitória”.

Com estas semifinais, Goiás e Vila Nova podem se enfrentar em uma possível final de Goianão. Se isso acontecer, será um sonho sendo realizado para Thalles. “Eu sonho sim. Eu enfrentei o Vila só nas categorias de base, mas contra eles é mais importante ainda, é outro clássico”.

Apesar da ansiedade para as fases decisivas do estadual, o Goiás precisa voltar seu foco agora para uma competição nacional: a Copa do Brasil. Na quinta-feira, o esmeraldino enfrenta o Fluminense no Serra Dourada e mesmo com a atuação e o gol de hoje, o meia de 19 anos não garante sua titularidade. “Quinta-feira nós temos que ganhar de qualquer jeito e eu deixo essa opção para o treinador. Eu tentei fazer o meu melhor aqui, a decisão é dele e quem entrar eu tenho certeza que vai lutar pelo Goiás”.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757