Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
kleina
A diretoria do Goiás anunciou na tarde desta terça-feira (21) a saída de Gilson Kleina da equipe. O Verdão vinha entre altos e baixos com o treinador, e a torcida já não vivia mil maravilhas com o comandante. Na última rodada, a equipe esmeraldina empatou em 1 a 1 contra o Anápolis, que era lanterna do grupo B, no Goianão.

Com 48 anos, Gilson Kleina iniciou a carreira como auxiliar técnico em 1999 no Coritiba. A primeira experiência como treinador foi em 2001 no Vila Nova, mas a carreira deslanchou somente entre 2011e 2012 quando assumiu o comando da Ponte Preta. De lá, foi para o Palmeiras, onde ficou nacionalmente conhecido, conquistando o título de campeão da Série B com o clube Paulista em 2013.

A missão de Kleina quando chegou ao Goiás em setembro de 2016, não era fácil, livrar o clube de um eminente rebaixamento. Missão difícil, porém cumprida. Quando assumiu o comando, o time era 16º colocado com 27 pontos, e no final do campeonato terminou em 13º, com 38 pontos conquistados.

De lá para cá, altos e baixos. Em 29 partidas comandando o time, foram 14 vitórias, sete empates e oito derrotas, cerca de 55% de aproveitamento. Kleina deixa o clube com a classificação garantida para a quarta-fase da Copa do Brasil e em primeiro lugar no grupo A do Goianão. Kleina deve voltar a treinar a Ponte Preta, lá terá a missão de disputar as quartas de final do Campeonato Paulista.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757