Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
sergiorassi dezembro
O Goiás empatou com o Anápolis por 1 a 1, neste domingo (19), no estádio Hailé Pinheiro pela décima rodada do Campeonato Goiano. O time esmeraldino teve um jogador a mais durante metade do segundo tempo, mas mesmo assim não conseguiu virar o placar. Além disso, o goleiro Wagner Bueno defendeu um pênalti cobrado pelo meia Juan já no final do jogo. 

Com o empate, o Goiás perdeu a liderança geral do Campeonato Goiano, mas segue líder do Grupo A com um ponto a mais que o vice-líder Vila Nova. Após o término da partida, o presidente esmeraldino Sérgio Rassi comentou sobre a atuação da equipe e lamentou, e muito, o resultado final. 

"Foi uma partida horrorosa, acho que foi uma das piores que já vi o Goiás jogando. Saio muito decepcionado desse jogo, acho que os atletas não entraram com a devida seriedade e o resultado não podia ser outro. É lamentável que tenhamos errado um pênalti, mas uma partida muito abaixo da crítica. Acho que esses jogadores não tiveram um comprometimento, principalmente com a casa cheia como hoje. É lamentável, estou muito decepcionado com o resultado e com a apresentação da equipe", declarou Rassi. 

A Aparecidense venceu o Goiás na sexta rodada do segundo turno do estadual na Serrinha por 2 a 1, e também conseguiu o triunfo em cima do Vila Nova neste sábado (18), no Serra Dourada. O Camaleão está há seis jogos invictos e chegou aos 20 pontos, dois a mais que o Goiás na classificação geral. Sérgio Rassi elogiou a equipe, que tem muitos jogadores alviverdes emprestados em seu elenco, e amenizou o fato do Verdão ter perdido a ponta da tabela. 

"A Aparecidense será uma das quatro finalistas, assim como o Goiás, então o fato de você ter alguém em primeiro, segundo, terceiro ou quarto lugar não muda nada, porque no final você tem a mesma condição de disputar o título, não podemos é ficar de fora dos quatro. A Aparecidense merece todos os elogios porque tem feito uma campanha maravilhosa, já são seis partidas invicta", afirmou. 

Na partida deste domingo o atacante Léo Gamalho foi o grande desfalque do Goiás, e o time esmeraldino sentiu muito a sua falta. O jogador está com uma lesão no dedão do pé esquerdo e ainda não possui data certa para voltar aos gramados. O presidente afirmou que irá atrás de um centroavante de forma rápida, já que não possui ninguém à altura de Gamalho no atual elenco. 

"Precisamos de um centroavante de área, não temos um substituto para o Gamalho. O Aylon é um jogados que vem de trás, com a bola nos pés, podendo também se locomover pelos lados. Precisamos de ir urgentemente atrás de outro jogador com as características do Gamalho", finalizou Rassi. 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757